Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
ARRANGEMENT FOR ICE-CREAM VENDING MACHINE OR THE LIKE
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2016/112446
Kind Code:
A1
Abstract:
The present abstract relates to an application to an utility model for a vending machine (1), and pertains to the field of automatic vending machines for selling products directly to consumers, designed in particular for selling ice cream, and comprising a single cabinet (10) with a lower region (20), an intermediate region (30) and an upper region (40); a hinged front door (50) closed at the bottom and having a large incorporated show window (51); and rear service doors (60), the cabinet (10) and the front door (50) housing and being fitted with a set of components (70) required for automatically selling ice cream, inter alia, and essentially comprising an ice cream production assembly (90), complement dispensing containers (91) and cup dispensing containers (92); a robot arm (100) and user-interface devices comprising a touchscreen display (120), a payment device (130), a spoon dispenser (140) and a device (150) for delivering the ice cream ready for consumption; a monitor (160); an electronic control unit housing (170); lighting (190) and a tray-like adapter (200) used instead of the ice cream-making machine (90) for optionally selling other products.

Application Number:
BR2016/000001
Publication Date:
July 21, 2016
Filing Date:
January 07, 2016
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
TOPEMA COZINHAS PROFISSIONAIS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. (av. Roberto Gordon 171, bairro Vila Mary, CEP -090- Diadema - Estado de São Paulo, 09990, BR)
International Classes:
G07F17/00; A23G9/22; A23G9/28; G07F9/02; G07F13/10
Domestic Patent References:
WO2007090165A22007-08-09
WO1995015090A21995-06-08
Foreign References:
EP1450318A22004-08-25
CN203552353U2014-04-16
CN203909928U2014-10-29
US4645093A1987-02-24
CN203250355U2013-10-23
Attorney, Agent or Firm:
CAPPELLINI, José Antonio de Souza (rua Poetisa Colombina, 104Bairro Jardim Bonfiglioli, CEP: -010 - São Paulo, 05593, BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1 )- "DISPOSIÇÃO INTRODUZIDA EM MÁQUINA DE VENDA DE SORVETES OU OUTROS", de tipo compreendida: por estrutura (10); por conjunto de dispositivos para armazenamento e disponibilização do(s) produtos(s) vendido(s); e por dispositivos de interface como o usuário para realização da compra, caracterizado por um único gabinete (10) dotado de regiões inferior (20), intermediária (30) e superior (40); porta frontal articulada (50) fechada inferiormente e que incorpora ampla vitrine (51 ) que mostra as regiões intermediária (30) e superior (40) do gabinete; portas traseiras de visita (60), dito gabinete (10) e porta frontal (50) alojam e têm montado um conjunto de componentes (70) necessários à venda automática de sorvetes compreendido, essencialmente: na região inferior (20) do gabinete: por refrigerador para calda (71 ) e por conjunto de compressor (72) do sistema de refrigeração do sistema de fabricação de sorvete; por quadro (73) de componentes elétrico; e por base (74) de apoio desses componentes, do gabinete (10) e de montagem de rodízios (75); na traseira do gabinete, acessível através da porta de visita (60), referida máquina (1 ) é formada por outros componentes do sistema de fabricação de sorvete, principalmente: por conjunto de bomba peristáltica (80), aerador (81 ), que bombeia a calda para a máquinas (cilindros) de sorvetes e incorpora ar e por conjunto de motor e transmissão superior (82) das máquinas de sorvete; na região intermediária (30) do gabinete, o sistema de fabricação de sorvete da máquina (1 ) é composto: por conjunto de máquina (cilindros) de fabricação de sorvetes (90) disposto centralmente, que recebe a calda aerada e produz e dispensa porções de sorvete; por recipientes (91 ) dispensadores de ingredientes sólidos (complementos) que compõem o sorvete e por dispensador (92) de copos laterais à máquina de sorvete; por braço robótico (100) disposto à frente das máquinas de sorvete (90) para composição do sorvete programado e que, a cada operação e conforme programação do usuário, capta um copo, uma porção de massa de sorvete e ingredientes; e por bandeja inferior (110) de recolhimento de sobras; na porta frontal (50), a máquina (1 ) é compreendida: por monitor tõuch-screen (120) de interface com o usuário para seleção do produto a ser adquirido; por dispositivo de pagamento (130); por dispensador de colher (140); e por dispositivo de entrega do sorvete pronto (150); na região superior (40) do gabinete dita máquina (1 ) é compreendida ainda: por monitor (160); por alojamento do comando eletrônico (170); por sistema de ventilação (180) do sistema de refrigeração do sistema de fabricação de sorvete; e na região superior da porta frontal (50): por luminoso (190).

2) - "DISPOSIÇÃO INTRODUZIDA EM MÁQUINA DE VENDA DE SORVETES OU OUTROS", de acordo com a reivindicação 1, caracterizado por adaptador tipo prateleira (200), usado em lugar da máquina de sorvete (90), que adapta a máquina para vendas de outros produtos, como produtos comestíveis, bebidas.

Description:
"DISPOSIÇÃO INTRODUZIDA EM MÁQUINA DE VENDA DE SORVETES OU OUTROS"

[1] O presente relatório descritivo refere-se a um pedido de patente de modelo de utilidade para máquina de venda, pertencente ao campo das máquinas automáticas de vendas de produtos dire- tamente aos consumidores, que recebeu disposição para venda particularmente de sorvetes, para superar inconvenientes verificados com equipamentos usuais para esse fim e para ser adaptável para vendas de outros produtos comestíveis, de modo a ter característica de máquina de venda universal de produtos comestíveis, como sorvetes ou doces ou pequenos quitutes e outros.

[2] Uma técnica de vendas de produtos aos consumidores é aquela que prevê o uso de máquinas automáticas de vendas, que são instaladas em espaços de afluência de público e dotadas dos recursos para a realização das vendas, como: lista de produtos vendidos; dispositivo para que o usuário escolha da lista; dispositivo para o pagamento; dispositivos para, se for o caso, composição do produto e dispensa do mesmo; dispositivo de entrega do produto; dispositivos de comunicação visual e outros. Máquinas desse tipo são empregadas, particularmente para vendas automáticas -de produtos comestíveis e bebidas, que possam ser consumidos de imediato pelo consumidor.

[3] Dentro desse universo, já é conhecido um conjunto de vendas de sorvetes, compreendido, basicamente: por uma máquina de sorvete em massa usual; e por uma unidade de venda automática que é simplesmente justaposta em frente a máquina de sorvete e que contém: dispositivos para que um usuário escolha um tipo de sorvete de uma lista e para pagar; recipientes com diferentes ingredientes que podem compor o sorvete; magazine de fornecimento de copo ou "casquinha"; um braço robótico, que pega um copo ou "casquinha" e passa pela máquina de sorvete e pelos recipientes de ingredientes conforme programado; e por dispositivo dispensador do sorvete composto.

[4] Esse conjunto presta-se à sua finalidade mas apresenta o inconveniente de ser composto por duas unidades, máquina de sorvete posterior e unidade de vendas anterior, formando um grande volume, que dificulta ou até inviabiliza a instalação em certos locais, como, por exemplo, espaços dentro de shopping centers. Essa inviabilidade se dá pelo volume da máquina exigir área de instalação relativamente grande e pelo custo do aluguel da área nesses locais, que fatalmente reflete-se no custo final do produto. Ocorre esses locais, como shopping centers, parques de diversões e similares são os locais que mais demandam esse tipo de máquina. Outra dificuldade observada com esse tipo de equipamento é a dificuldade de operação para eventuais manutenções, para reabastecimento, para limpeza do local de instalação e outros já que são "manuseadas" duas unidades de grandes portes. Assim tem sido desejável novas soluções para esse tipo de equipamento.

[5] Ainda, esses conjuntos de vendas de sorvete mostraram-se não de todo adequados quando usados em ambientes de forte calor.

[6] O sorvete fornecido por tal conjunto apresenta uma característica meio "pesada" nem sempre de agrado de grande parte do público. [7] Esses conjuntos usuais, dada as características do braço de robô, podem ter custo acima do desejável.

[8] Assim, o objetivo da presente patente é prover uma máquina de vendas de sorvetes que supere as limitações e problemas dos conjuntos usuais de vendas desse produto, principalmente no que tange à grande área de instalação exigida por estes.

[9] Outro objetivo é prover uma máquina eficiente mesmo nas condições de forte calor e que proporcione um produto de melhor qualidade.

[10] Outro objetivo é prover uma máquina de construção e fabricação relativamente simples.

[11] Outro objetivo é prover uma máquina de baixos custos de aquisição, operação e manutenção.

[12] Tendo em vista os problemas acima referidos e no propósito de superá-los e visando atender aos objetivos relacionados, foi desenvolvida a disposição introduzida em máquina de venda de sorvetes ou outros, objeto da presente patente, a qual é compreendida por um único gabinete dotado de regiões inferior, intermediária e superior; porta frontal articulada fechada inferiormente e com amplo visor que mostra as regiões intermediária e superior do gabinete; portas traseiras de visita, dito gabinete e porta frontal que alojam e têm montados todos os componentes necessários ao armazenamento, conservação e disposição em espera dos ingredientes dos sorvetes ou outros; ao armazenamento e disposição em espera dos utensílios necessários à formação e consumo dos sorvetes ou outros; à interface com o usuário; à composição dos sorvetes ou outros; e à entrega do sorvete ou outros para o usuário. [13] Referida máquina quando composta para venda de sorvetes é compreendida, essencialmente: na região inferior do gabinete: por refrigerador para calda; por compressor para fabricação de sorvete; por alojamento elétrico; e por base para apoio desses componentes e montagem de rodízios; na traseira do gabinete: por conjunto de bomba peristáltica e aerador e conjunto de motor e transmissão das máquinas de sorvete; na região intermediária do gabinete: por conjunto de máquina (cilindros) de sorvetes disposto centralmente; por recipientes dispensadores de ingredientes sólidos e por dispensador de copos laterais à máquina de sorvete; por braço robótico; e por bandeja inferior de recolhimento de sobras; na porta: por monitor touch screen para seleção; por dispositivo de pagamento; por dispensador de colher: e por dispositivo de entrega do sorvete pronto; na região superior do gabinete dita máquina é compreendida ainda: por monitor de veiculação de mensagens publicitárias e/ou outras; por alojamento de comando eletrônico; por sistema de ventilação; e na região superior da porta: por luminoso.

[14] A máquina assim construída supera os inconvenientes do conjunto usual, pois, apesar de conter todos os componentes necessários à composição e venda de sorvetes tal qual este e componentes adicionais, apresente menor volume e exige menor área de instalação, ocupando assim menor espaço e tendo menor custo de aluguel em áreas de shopping centers e similares.

[15] Por outro lado, o fato de a presente máquina ser constituída por uma única unidade, possível de ter o seu interior acessado pela porta anterior e/ou posterior articuladas facilita as operações de manutenção, limpeza, reposição e outras necessárias durante seu uso. Ainda, o fato de ser uma única unidade apoiada em rodízios facilita seu deslocamento até em locais ou passagens mais estreitas, facilitando seu "manuseio" no local de instalação.

[16] Ainda, o fato de a máquina incorporar dispositivo de refrigeração da calda e de aeração do sorvete propicia que possa ser usada até em locais de maior calor e fornecer um produto "leve" ao sabor de grande parte do público.

[17] Outra preocupação observada no desenvolvimento da presente máquina em relação ao conjunto usual, foi a obtenção de máquina capaz de realizar todas as operações necessárias e que tenha menor custo. Para tanto, toda a estrutura da máquina, principalmente seu braço robótico (objeto de outro pedido de patente do mesmo requerente) têm construção e fabricação simples e custo menor que as usuais, conforme outros objetivos da disposição.

[18] Os desenhos anexos referem-se à disposição introduzida em máquina de vendas de sorvete ou outros, objeto da presente patente, nos quais:

[19] A fig. 1 mostra a máquina de vendas de sorvete ou outros em perspectiva frontal e com a porta aberta;

[20] A fig. 2 mostra-a a mesma vista anterior com a porta fechada;

[21] As figs. 3 e 4 mostram a máquina em vista traseira com as portas de visita fechada e aberta respectivamente;

[22] A fig. 5 mostra um detalhe, no qual é visto conjunto de bomba perístáltica e aerador que faz parte da máquina;

[23] A fig. 6 mostra um detalhe em corte ampliado no qual é vista uma máquina (cilindro) de fabricação de sorvete;

[24] A fig. 7 mostra o braço robótico que compõem a máquina visto isoladamente em perspectiva; e

[25] A fig. 8 mostra uma prateleira de uso quando a máquina é programada para vender outros produtos que não sorvete.

[26] Conforme ilustram as figuras acima relacionadas e é previsto na disposição, a máquina 1 , objeto da presente patente, destina-se, principalmente, a vendas automáticas de sorvetes e pode ser programada para vendas de outros produtos comestíveis ou bebidas ou outros.

[27] Assim, a máquina 1 é compreendida, essencialmente (figs. 1, 2), por um único gabinete 10 dotado de regiões inferior 20, intermediária 30 e superior 40; porta frontal articulada 50 fechada inferiormente e que incorpora ampla vitrine 51 que mostra as regiões intermediária 30 e superior 40 do gabinete; portas traseiras de visita 60, dito gabinete 10 e porta frontal 50 alojam e têm montado um conjunto de componentes 70 necessários à venda automática de sorvetes ou outros.

[28] Referida máquina 1 , quando composta para venda de sorvetes, tem o conjunto 70 compreendido, essencialmente: na região inferior 20 do gabinete: por refrigerador para calda 71 e por conjunto de compressor 72 do sistema de refrigeração do sistema de fabricação de sorvete; por quadro 73 de componentes elétrico; e por base 74 de apoio desses componentes, do gabinete 10 e de montagem de rodízios 75 para o deslocamento do equipamento.

[29] Na traseira do gabinete, acessível através da porta de visita 60, referida máquina 1 é formada por outros componentes do sistema de fabricação de sorvete, principalmente (figs 3, 4): por con ¬ junto de bomba peristáltica 80, aerador 81 , que bombeia a calda pa- ra a máquinas (cilindros) de sorvetes e incorpora ar e por conjunto de motor e transmissão superior 82 das máquinas de sorvete.

[30] Na região intermediária 30 do gabinete, o sistema de fabricação de sorvete da máquina 1 é composto (figs. 1 , 2): por conjunto de máquina (cilindros) de fabricação de sorvetes 90 disposto centralmente, que recebe a calda aerada e produz e dispensa porções de sorvete; por recipientes 91 dispensadores de ingredientes sólidos (complementos) que compõem o sorvete e por dispensador 92 de copos laterais à máquina de sorvete; por braço robótico 100 para composição do sorvete programado, disposto à frente da máquina de sorvete 90 e que, a cada operação e conforme programação do usuário (comprador do sorvete), capta um copo, uma porção de massa de sorvete e ingredientes; e por bandeja inferior 110 de recolhimento de sobras que eventualmente caem dos dispositivos dispensadores.

[31] Na porta frontal 50, a máquina 1 é compreendida: por monitor touch-screen 120 de interface com o usuário para seleção do produto a ser adquirido; por dispositivo de pagamento 130; por dispensador de colher 140; e por dispositivo de entrega do sorvete pronto 150.

[32] Na região superior 40 do gabinete dita máquina 1 é compreendida ainda: por monitor de veiculação de mensagens publicitárias e/ou outras 160; por alojamento do comando eletrônico 170; por sistema de ventilação 180 do sistema de refrigeração do sistema de fabricação de sorvete; e na região superior da porta frontal 50: por luminoso 190.

[33] Detalhando, O refrigerador para calda 71 tem porta anterior acessível através da porta 50 do gabinete quando aberta e todo o frio necessário à produção do sorvete é gerado por sistema de refrigeração (compressor, evaporador, condensador, outros) instalados no próprio equipamento.

[34] A bomba peristáltica 80 e aerador 81 são montados em conjunto em um suporte 82 (fig. 5). Assim, montados nesse suporte são previstos: um conjunto de motor e transmissão 83; o rotor esmagador 84 da mangueira (não ilustrada) que compõe a bomba peristáltica 80; e por conjunto de: excêntrico, braço sujeito ao excêntrico, fole sujeito ao braço, filtro de tomada de ar do ambiente e válvula ligada ao circuito de bombeamento que compõem o aerador 81.

[35] A máquina de sorvete 90 é compreendida pelo usual (fig. 6): cilindro que aloja dispositivo para bater e mover a massa de sorvete (não ilustrado) sujeito ao conjunto de motor e transmissão 82; por serpentina de refrigeração externa ao cilindro; e por conjunto anterior de válvula dispensadora do sorvete.

[36] Os recipientes 91 dispensadores de ingredientes são tipo silos com região superior de armazenamento do ingrediente e abertura de saída inferior com tampa que é aberta quando o braço robótico posiciona-se sob a mesma. O dispensador de copos 92 é tipo magazine que dispensa um copo quando o braço robótico dispõe-se sob o mesmo.

[37] O braço robótico 100 apresenta construção para atender sua função e ser simples, é objeto de outro pedido de patete do mesmo requerente, e compreende, essencialmente (fig. 7): coluna 101 que aloja mecanismo (motorização, transmissão, guias) 102 de elevação e movimentação do braço; braço formado por dois trechos: pri- meiro trecho de braço articulado 103 articulável por 80° em relação à coluna 101 ; e segundo trecho de braço articulado 104 articulável por 360° em relação ao primeiro e cuja extremidade livre tem garra 105 de pega do copo de sorvete.

[38] A bandeja 110 é o tampo inferior da região intermediária 30 do gabinete e tem superfícies inclinadas e calhas sob os dispensadores 91 para recolher e encaminhar restos que eventualmente caiam durante o preparo dos sorvetes.

[39] Os dispositivos de interface com o usuário previstos na porta 50 compreendem o monitor touch-screen 120, que mostra para o usuário lista de produtos disponíveis selecionáveis para composição de sorvetes associada a meios de seleção por toque na tela. O dispositivo de pagamento 130 é de tipo de introdução de ficha e/ou moeda e/ou cédulas. O dispensador de colher 140 é objeto de outro pedido de patente do mesmo requerente e compreende substancialmente um magazine adequado para dispensar colheres de plástico normalmente usadas para consumir sorvetes. O dispositivo de entrega do sorvete pronto 150 é compreendido substancialmente por um receptáculo cilíndrico giratório cuja parede é dotada de uma abertura de recepção e retirada do sorvete, a qual, ao fim do preparo deste, apresenta-se voltada para dentro do gabinete 10 e recebe o sorvete, gira e o dispõem em posição acessível para o usuário, comprador do sorvete, e quando o sorvete é retirado, volta à posição inicial.

[40] Toda a lógica de funcionamento do sistema da máquina 1 de vendas de sorvete é comandada por uma placa de comando eletrô- nica dedicada 170 (computador) instalada na caixa na parte superi- or 40 do gabinete.

[41] Assim, quando em funcionamento, um usuário, comprador de sorvete, "monta" o seu sorvete com o auxílio da tela touch screen 120, realiza o pagamento através do dispositivo de pagamento 130 e essas informações são enviadas ao comando eletrônico 170. A partir disso, o braço robótico 100 passa a mover-se, primeiro até o dispensador 92 de copos, onde pega um copo, em seguida até a máquina de sorvete 90, onde posiciona-se e recebe desta uma porção de sorvete selecionado e a partir daí passa pelos dispensadores de ingredientes complementares 91 selecionados completando a "montagem" do sorvete, tudo podendo ser observado através da vitrine incorporada na porta 50. Ao fim da montagem, o braço 100 dispõem o sorvete pronto no dispositivo de entrega 150 situado na porta 50 que o entrega para o usuário e simultaneamente o dispensador de colher 140 dispensa uma colher para o consumo do sorvete, concluindo-se assim substancialmente a operação, ao fim da qual a máquina 1 dispõe-se em espera para novo ciclo de funcionamento.

[42] O monitor 160 e o luminoso 190 veiculam mensagens lúdicas visuais e auditivas relativas aos produtos vendidos e/ou outras que podem estar armazenadas no sistema ou que sejam carregadas de um ponto remoto.

[43] Todo o trabalho de manutenção, limpeza, recarga e outros são feitos abrindo-se as portas frontal 50 e traseira 60 para acesso às partes desejadas do equipamento. A máquina 1 pode ser movida com auxílio dos rodízios 75 para eventuais trabalhos na área onde esteja instalada, como limpeza e outros. A porta frontal 50 proporei- ona abertura de 180° com o que a largura, da frente à traseira, do equipamento pode ser reduzida para facilitar a passagem deste por espaços mais apertados.

[44] Dentro da construção básica, acima descrita, pleiteia-se que a máquina 1 de vendas automáticas de sorvetes ou outros, objeto da presente patente, possa ser modificada em relação a material, dimensão, configuração funcional ou ornamental sem que fuja do âmbito de proteção solicitado.

[45] Dentro disso, como já dito antes, a máquina 1 pode ser programada para vendas de outros produtos, particularmente comestíveis ou bebidas, quando então pode receber uma prateleira adaptadora 200 (fig. 8) que pode ser instalada no local da máquina de sorvetes 90. Toda a lógica de funcionamento do equipamento, armazenada na placa eletrônica de comando 170 é reprogramada conforme o(s) produto(s) vendido(s).