Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
DEVICE FOR AUTOMATICALLY CONTROLLING WATER FLOW IN TAPS AND THE LIKE
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2018/039761
Kind Code:
A1
Abstract:
This is essentially a device (1) that, in the region of the showerhead or aerator (2), is screwed onto the end of the tap (T) to be automated, being provided with a long-life Li-ion nanobattery (3) that can be recharged via USB (4), and also a microvalve (5) controlled by a lateral presence sensor (6).

Inventors:
BARTOLO, Nuno Miguel Ferreira (Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2791 - Apto. 182 - Jardim Paulista, -000 São Paulo - SP, 01401-000, RO)
Application Number:
BR2017/050226
Publication Date:
March 08, 2018
Filing Date:
August 11, 2017
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
KITAGAWA, Camila Rumi (Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2791 - Apto. 182 - Jardim Paulista, -000 São Paulo - SP, 01401-000, BR)
KITAGAWA, Iaeco (Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2791 - Apto. 182 - Jardim Paulista, -000 São Paulo - SP, 01401-000, BR)
International Classes:
E03C1/05; F16K21/04
Domestic Patent References:
WO2001090619A12001-11-29
Foreign References:
KR910009541B11991-11-21
BRPI0604163A2008-05-20
BR0006412A2002-07-09
Attorney, Agent or Firm:
VILAGE MARCAS E PATENTES LTDA (Rua XV de Novembro, 3171 - 3º Andar - Sala 31Centro, -110 São José do Rio Preto / SP, 15015-110, BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÃO

1 ) "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA EM TORNEIRAS E CONGÉNERES"; na porção anterior compreende o chuveirinho para uso na cozinha ou arejador (2) para uso em lavatórios ou mictórios caracterizado por ter o sistema interno ligado a uma nano bateria de li-íon (3) de longa duração de fácil recarga por USB (4); o dispositivo (1 ) é uma peça monobloco substancialmente em "L" que serve para o rosqueamento à extremidade da torneira (T) a ser automatizada e também para abrigar lateralmente o sensor (6) de presença que ativará a microválvula (5) localizada na parte posterior do dispositivo (1 ); a nano bateria de li-íon (3) é ligada à placa eletrônica (7).

Description:
"DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA EM TORNEIRAS E CONGÉNERES"

[0001 ] Trata a presente solicitação de Patente de Modelo de Utilidade de um inédito "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA EM TORNEIRAS E CONGÉNERES"; notadamente de um dispositivo eletromecânico com bateria de longa duração a ser acoplado na extremidade da torneira, que ao detectar a presença física de uma pessoa ativa uma microválvula liberando a água para um chuveirinho ou um arejador, fechando-o quando do afastamento das mãos da pessoa do referido sensor.

[0002] O objeto da inovação é passível de aplicação tanto no âmbito residencial quanto no comercial em que se faça necessário o controle racional do uso da água, não só em torneiras, mas em mictórios que não tenham sensores de economia de água incorporados.

[0003] Com a crise hídrica foram difundidas as campanhas educativas para o uso consciente da água, em que ficou claro a importância de não manter os pontos de saídas de água abertos senão quando do enxágue das mãos, do corpo e da boca. A utilização consciente da água com a adoção de simples ações rotineiras é de suma importância para o ecossistema e para a economia no orçamento no segmento doméstico e comercial.

[0003] Em um domicílio a vazão em uma torneira é de aproximadamente de um litro a cada vinte segundos. Portanto, a correta utilização da torneira resultará numa representativa economia de água ao longo de um mês.

[0004] O atual estado da técnica antecipa alguns documentos de patentes que apresentam soluções para economia de água consumidas em torneiras como o PÍ0008412-2 intitulado "Automatizador Eletrônico de Torneiras" - que transforma uma torneira comum de pia de cozinha ou lavatório, em torneira de abertura e fechamento automático somente pela aproximação do usuário. O invento é composto de um sensor infravermelho, que por sistema de triangulação detecta a posição correta do usuário enviando através de um cabo o sinal ao circuito de controle, que por sua vez aciona a válvula elétrica que controla o fluxo de água da torneira. O sistema possui um registro "by pass" que o desativa em caso de falta de energia elétrica passando-o para funcionamento manual. [0005] O automatizador da anterioridade acima é ligado à energia elétrica necessitando do by pass, além de não ser compacto como o produto aqui reivindicado.

[0006] O PI 0604163-9 intitulado "Equipamento para Automatização de Torneira" - é destinado a transformar uma torneira convencional mecânica numa torneira eletrônica comandada por sensores infravermelhos de aproximação, que promovem a liberação / fechamento do fluxo de água. A invenção compreende um anel que contém os sensores de infravermelho que estão ligados por um fio até um microcontrolador posicionado abaixo da cuba e da torneira, onde o fio de ligação passa por uma arruela de formato apropriado para não o esmagar, sendo a torneira fixada na pia por porcas convencionais, recebendo a tubulação de água por mangueira que é ligada por sua vez ao referido microcontrolador ligado na rede elétrica por meio de um cabo.

[0007] O equipamento acima, da mesma forma que a primeira anterioridade, deve ser ligado a energia elétrica o que dificulta e desmotiva a instalação do aparelho. Além disso, a construtividade desse equipamento é dificultosa, pois fica entre a bancada e a torneira o que impede a sua colocação em outros dispositivos como mictórios, por exemplo.

[0008] Ciente do estado da técnica, suas lacunas e limitantes, o inventor, pessoa ecologicamente consciente, após pesquisas e estudos criou o "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA EM TORNEIRAS E CONGÉNERES", em questão, que tem como objetivo racionalizar e facilitar o acionamento e fechamento do fluxo de água de torneiras e mictórios automaticamente. Para tanto, utiliza um dispositivo eletromecânico dotado de uma nano bateria de li-íon recarregável via USB, uma microválvula acionada por um sensor lateral ao chuveirinho ou aspersor onde será acoplada a torneira preferencialmente por meio de rosqueamento, mas não limitado a este tipo de fixação.

[0009] O "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA EM TORNEIRAS E CONGÉNERES", cada recarga de bateria corresponde a um tempo de uso médio de sete meses, de forma que o dispositivo não necessita de energia elétrica para o seu funcionamento. [0010] No "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA

EM TORNEIRAS E CONGÉNERES", o chuveirinho é utilizado para pias de cozinha ao passo que o arejador será utilizado em torneiras de lavatórios e mictórios.

[001 1 ] O "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA

EM TORNEIRAS E CONGÉNERES", não altera em nada a utilização da torneira em condições cotidianas. A condição é que a torneira esteja aberta e se mantenha assim, pois o controle da passagem da água será realizado pela válvula.

[0012] Em suma, pode-se destacar como vantagens mais preponderantes da inovação:

Simplicidade construtiva;

Simplicidade de instalação - não há necessidade de mão de obra especializada, uma vez que é adaptável a qualquer torneira já instalada;

Induz o usuário a conscientização / necessidade do uso racional da água;

Economia de água em 70% / orçamento;

Comodidade - não há necessidade de contato físico para o acionamento ou desligamento da torneira ou afim;

Fácil adaptação a torneiras e mictórios;

Ótima relação custo x benefício;

Higiene - não há contato direto com a torneira ou afim. Em segmentos alimentares evita a contaminação cruzada, pois não há a manipulação da torneira enquanto manuseia-se os alimentos, além de deixar as mãos livres que muitas vezes podem estar ensaboadas e escorregadias atrapalhando o abrir e fechar da torneira.

[0013] A seguir, explica-se a inovação com referência aos desenhos anexos, nos quais estão representados de forma ilustrativa e não limitativa:

Figura 1 : Vista em perspectiva do dispositivo para controle automático do fluxo de água em torneiras e congéneres;

Figura 2: Vista em perspectiva explodida do dispositivo para controle automático do fluxo de água em torneiras e congéneres;

Figura 3: Vista em perspectiva do dispositivo para controle automático do fluxo de água em torneiras e congéneres, mostrando uso.

[0014] O "DISPOSITIVO PARA CONTROLE AUTOMÁTICO DO FLUXO DE ÁGUA EM TORNEIRAS E CONGÉNERES" consiste essencialmente de um dispositivo (1 ) que na região do chuveirinho ou do arejador (2) é rosqueado na extremidade da torneira (T) a ser automatizada, sendo dotado de uma nano bateria de li-íon (3) de longa duração recarregável via USB (4), além de uma microválvula (5) comandada por um sensor (6) de presença lateral.

[0015] Mais particularmente, o dispositivo (1 ) tem todo seu sistema interno ligado a uma nano bateria de li-íon (3) de longa duração de fácil recarga por USB (4), portanto não tendo a figura da pilha ou bateria convencional. Assim, o dispositivo (1 ) pode ser descrito como uma peça monobloco substancialmente em "L" que na porção anterior compreende o chuveirinho para uso na cozinha ou arejador (2) para uso em lavatórios ou mictórios, porção essa que também serve para o rosqueamento à extremidade da torneira (T) a ser automatizada e também para abrigar lateralmente o sensor (6) de presença que ativará a microválvula (5) localizada na parte posterior do dispositivo (1 ), simetricamente oposta a dito sensor (6), onde também estão a nano bateria li-íon (3) ligada à placa eletrônica (7), assim como a porta de recarga USB (4). Assim, a instalação do dispositivo é facilitada bastando fixá-lo à extremidade da torneira (T) ou mictório (não demonstrado) sem a necessidade de nenhuma adaptação el ou ligação elétrica ou hidráulica, devendo a torneira (T) permanecer aberta para que a microválvula (5) normalmente fechada só abra o fluxo quando da interrupção do sinal do sensor (6) de presença mediante a proximidade física da mão de uma pessoa ou de objeto, com dimensões proporcionais.