Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
DIAPHRAGM PUMP ARRANGEMENT
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2018/119499
Kind Code:
A1
Abstract:
The invention relates to a pump (1) with diaphragm (2) actuated by a manual lever (3), wherein the inlet access (4) is aligned, laterally to the pumping chamber (5), at 180º to the outlet access (6), both accesses (4 and 6) being provided with a screwthread (R), which allows coupling of orthogonal connections (7) and straight connections (8) for pumping with offset (A and B) and aligned (C and D) take-off points respectively, created by the pressure difference caused by the movement of the diaphragm (2), which is topped by a removable protective cover (10) affixed temporarily by restraints (11) with a ribbed border (12).

Inventors:
TORRES, Antônio Carlos (Av Coronel Camilo Cosme, 60Mata da Praia, -310 Vitória - ES, 29065-310, BR)
Application Number:
BR2016/050357
Publication Date:
July 05, 2018
Filing Date:
December 28, 2016
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
TORRES, Antônio Carlos (Av Coronel Camilo Cosme, 60Mata da Praia, -310 Vitória - ES, 29065-310, BR)
International Classes:
F04B43/02; F04B9/14
Foreign References:
BRPI8206096A
GB2465488A2010-05-26
BR202014025173U22016-07-05
GB1303339A1973-01-17
CN2148197Y1993-12-01
GB676027A1952-07-23
CN203067244U2013-07-17
US20070140880A12007-06-21
Attorney, Agent or Firm:
VILAGE MARCAS E PATENTES LTDA (Rua XV de Novembro, 3171 - 3º Andar - Sala 31Centro, -110 São José do Rio Preto - SP, 15015-110, BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÃO

1 ) DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA, formada por uma câmara de bombeamento (5) com um acesso de entrada (4) e outro acesso de saída (6) a 180Q caracterizado por serem roscados (R) para o acoplamento de conexões ortogonal ou conexões reta; as conexões ortogonal atendem a pontos de tomada de entrada e saída de fluido desalinhados (A e B); as conexões reta (8) atendem a pontos de tomada alinhados (C e D); uma tampa (10) semiesférica é removível em relação à borda (12) nervurada de fixação do diafragma (2) por meio de travas (1 1 ) cujas projeções negativas (14) tomam lugar em rebaixos (15) da referida borda (12) gerando um travamento não definitivo tipo dique (16).

Description:
"DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA"

[001 ] Trata o presente relatório descritivo da solicitação de Patente de Modelo de Utilidade de uma inédita DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA cujo destaque é apresentar os acessos, a 180 Q entre si, dotados de roscas, o que permite o rosqueamento de conexão reta ou conexão ortogonal ao acesso de saída el ou entrada do fluido, possibilitando o uso da bomba tanto na horizontal com a conexão reta quanto na vertical com a conexão ortogonal, nesse caso específico para sua sobreposição à parede de reservatórios rotomoldados para o bombeamento de água, cujo fluxo se dá com o acionamento de uma alavanca manual que impõe um deslocamento no diafragma, que é recoberto por uma tampa de inspeção removível da borda de fixação nervurada, facilitando assim o acesso ao aludido diafragma.

[002] A bomba de diafragma inovada tem como campo de aplicação preferencial os reservatórios e cisternas rotomoldados, porém não limitado a esses produtos, podendo também ser utilizada para retirada de água de bordo de embarcações, transferências e bombeamento de líquidos em geral.

[003] É de conhecimento dos técnicos no assunto que a bomba de diafragma, também conhecida como bomba de membrana, é um equipamento de deslocamento positivo, geralmente alternativo, em que o diferencial de pressão necessário ao fluxo do fluido se dá pelo movimento de uma parede elástica (diafragma / membrana) que varia o volume da câmara ciclicamente. Válvulas de retenção controlam o direcionamento do fluxo no sentido da abertura para a saída da câmara.

[004] O atual estado da técnica antecipa alguns documentos de patentes que versam sobre bombas de diafragma de sobrepor, como o PI 8206096-7 que compreende uma bomba com um corpo que conforma uma câmara com abertura de entrada e abertura de saída alinhadas e providas de válvulas de retenção, tendo apoiado em sua borda um diafragma fixado por um suporte nervurado, no qual se articula uma alavanca de acionamento com um prolongamento inferior, que é preso em pino central agregado centralmente no referido diafragma.

[005] A anterioridade supracitada apesar de poder ser aplicada em reservatórios e porões de embarcações, por ter os acessos a 180 Q tem posição de trabalho preferencial na horizontal e vertical desde que os acessos estejam alinhados com as tomadas de água e de bombeamento. No caso de sua sobreposição à parede vertical de um reservatório rotomoldado já causaria uma torção na mangueira de condução de fluido devido a ortogonalidade gerada. Outrossim, o diafragma desta anterioridade fica exposto e sujeito a intempéries e a ação mecânica de ferramentas e outros dispositivos que podem danificá-los durante o uso.

[006] O documento de patente BR 20 2013 0267967 7 - é descrito como uma bomba manual compreendendo uma base de formato cilíndrico, uma membrana em forma de disco e definindo junto com a base uma câmara de sucção de líquidos, com tampa de fixação e proteção da membrana com forma de copo cónico único e com borda nervurada fixada diretamente na base, no qual se articula uma alavanca de acionamento com um prolongamento inferior, que é preso em pino central agregado centralmente no referido diafragma. A abertura de entrada e a saída são dispostas ortogonalmente.

[007] A bomba do pedido de patente acima tem os acessos de entrada e saída do fluido ortogonais, o que a habilita a ser utilizada em reservatórios e cisternas, sendo que o alinhamento do acesso de saída voltado para cima possibilita a constrição / dobra de interrupção na mangueira de condução do fluido, afetando assim a eficiência do sistema de bombeamento, e em contrapartida também não está habilitada a ser utilizada em bases de apoio horizontais e verticais em aplicações com necessidades de promover alinhamento entre a abertura e a saída, comum entre sistemas de retirada de água de bordo de embarcações, transferências e bombeamento de líquidos em geral.

[008] Assim, diferentemente do produto inovado, a bomba tal como é conhecida é deficiente em seu alinhamento de saída gerando condição indesejada de restrição do fluxo do fluído. A dita bomba também não permite a sobreposição em sistemas com base de apoio, horizontal e vertical que necessitam aberturas de entrada e saída do fluido alinhadas.

[009] Outro aspecto negativo do documento de patente BR 20 2013 0267967 7 está relacionado ao sistema da tampa unificado com a borda nervurada, que não permite realizar a inspeção do diafragma / membrana sem a desmontagem total da tampa de proteção e da fixação da membrana, significando que apenas para evidenciar as condições de ressecamento ou outro tipo de desgaste natural da borracha do diafragma ao longo do tempo o usuário tem que necessariamente desmontar a tampa, por consequência a bomba.

[010] Ciente do atual estado da técnica, suas lacunas e limitantes, o inventor, pessoa afeita à matéria em apreço, após observações e pesquisas criou a DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA, em questão, que apresenta os acessos de entrada e saída do fluido alinhados axialmente no corpo base da câmara da bomba e graças ao acabamento roscável existente nestes acessos permitem o uso de conexão tanto ortogonal quanto reta, o que a habilita a ser utilizada em reservatórios e cisternas quando da utilização de conexão ortogonal, já quando utilizada conexão reta, também permite a sobreposição em sistemas com base de apoio, horizontal e vertical com as aberturas de entrada e saída do fluido alinhadas.

[01 1 ] Na DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA, quando da sobreposição à parede do reservatório / cisterna, o acesso de entrada da câmara de bombeamento, com a rosca externa e acoplado á conexão ortogonal permanece em posição ideal para receber a mangueira de condução do fluido, sem formação de dobra de interrupção do fluxo. Nesse caso, a própria parede do reservatório / cisterna serve como base para apoio e sustentação da bomba.

[012] Na DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA, quando da sobreposição em sistemas com base de apoio, horizontal e vertical com os acessos de entrada e saída do fluido alinhados, o acesso de entrada e de saída da câmara de bombeamento, com rosca externa, quando acoplados á conexão reta permanece e em posição ideal para receber a mangueira de condução do fluido mantendo o mesmo alinhamento da direção horizontal ou vertical da base de apoio.

[013] Na DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA, a tampa de inspeção e de proteção da membrana é removível, ou seja, é dissociada da borda de fixação nervurada no qual se articula a alavanca, essa característica possibilita a inspeção do diafragma sem a necessidade de desmontagem da bomba do reservatório. [014] A seguir, para uma total visualização de como construir e como dar aplicação funcional à bomba de diafragma, objeto da presente patente de modelo de utilidade, e melhor elucidar o relatório descritivo, explica-se a inovação, com referência aos desenhos anexos, nos quais estão representadas de forma ilustrativa e não limitativa:

Figura 1 : Vista em perspectiva da disposição aplicada em bomba de diafragma de acessos roscados.

Figura 2: Vista lateral em corte da disposição aplicada em bomba de diafragma de acessos roscados.

Figura 3: Vista em perspectiva da disposição aplicada em bomba de diafragma com conexões ortogonal acopladas.

Figura 4: Vista em perspectiva da disposição aplicada em bomba de diafragma com conexões reta acopladas.

Figura 5: Vista em perspectiva explodida da disposição aplicada em bomba de diafragma com conexões reta acopladas (com conexões retas e ortogonais).

Figura 6: Vista em perspectiva em corte parcial da montagem da tampa de inspeção e proteção à borda de fixação nervurada, com detalhe ampliado do encaixe.

Figura 7: Vista em perspectiva da borda de fixação nervurada, com detalhe ampliado dos batentes.

Figura 8: Vista em perspectiva em corte parcial da tampa de inspeção e proteção à borda de fixação nervurada, com detalhe ampliado dos encaixes.

Figura 9: Vista em perspectiva da montagem da tampa de inspeção e proteção à borda de fixação nervurada, com detalhe da espera da chave de fenda para abertura da tampa.

Figura 10: Vista em perspectiva da disposição aplicada em bomba de diafragma de acessos roscados, mostrando uso em um reservatório com duas conexões ortogonais.

Figura 11 : Vista em perspectiva da disposição aplicada em bomba de diafragma de acessos roscados, mostrando uso em uma base plana duas conexões retas.

[015] A DISPOSIÇÃO APLICADA EM BOMBA DE DIAFRAGMA notadamente refere- se a uma bomba (1 ) de diafragma (2) acionada por alavanca (3) manual, em que o acesso de entrada (4) é alinhado, lateralmente a câmara (5) de bombeamento, a 180 Q com o acesso de saída (6), ambos acessos (4 e 6) dotados de rosca (R), o que possibilita o acoplamento de conexões ortogonal (7) e conexões reta (8) para o bombeamento com pontos de tomadas desalinhados (A e B) e alinhados (C e D), respectivamente, efetivado pela diferença de pressão promovida pelo deslocamento do diafragma (2), que é sobreposto por uma tampa (10) de proteção removível fixada de forma não definitiva por travas (1 1 ) a borda (12) nervurada.

[016] Mais particularmente, a bomba (1 ) de diafragma (2) inovada é configurada por uma câmara de bombeamento (5) que possui lateralmente um acesso de entrada (4) alinhado a 180 Q com um acesso de saída (6), ambos acessos roscados (R) para recepção e acoplamento de conexões ortogonal (7) e conexões reta (8). Assim, com a troca das conexões (7 e 8) é possível com a mesma bomba (1 ) de diafragma atender a diferentes necessidades. Quando do acoplamento das conexões ortogonal (7) é possível utilizar a bomba (1 ) em pontos de tomada de entrada e saída de fluido desalinhados (A e B), como, por exemplo, no uso na parede de reservatório (13) de água rotomoldado como ilustrado na figura 10. Com essa disposição construtiva, na montagem da bomba (1 ) nos reservatórios (13), o acesso de entrada (4) do fluido permanece na lateral da base da câmara (5) que fica totalmente apoiada na superfície da parede, propiciando assim ótima sustentação e equilíbrio para operação de bombeamento na alavanca (3), independentemente da posição relativa do acesso de saída (6) do fluido. Por outro lado, quando do uso de conexões reta (8) é possível utilizar a bomba (1 ) em pontos de tomada de entrada e saída de fluido alinhados (C e D) como ilustrado na figura 1 1 . Dessa forma, ao instalar a bomba (1 ) usando a parede do reservatório (13) ou em base horizontal ou vertical com pontos de tomadas alinhados utilizando conexão ortogonal (7) ou reta (8) criam-se meios para que a mangueira (M) de condução do fluido seja posicionada sem dobras e / ou interrupções.

[017] Acima da câmara de bombeamento (5), o diafragma (2) de contorno convexo é guarnecido por uma tampa (10) semiesférica removível em relação à borda (12) nervurada de fixação do referido diafragma (2) por meio de travas (1 1 ) cujas projeções negativas (14) tomam lugar em rebaixos (15) da referida borda (12) gerando um travamento não definitivo tipo dique (16) passível de remoção com relativa pela inserção de uma chave de fenda ou dispositivo afim na espera (17) perimetral também localizada em dita tampa (10). Por fim, batoques (18) radiais na borda (12) nervurada concordantes com encaixes (19) na aba inferior da tampa (10) impedem o giro dessa última em relação a primeira peça, ou seja, em relação à borda (12) nervurada.