Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
METHOD FOR STITCHING A MULTI-LAYER GARMENT LINING
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2019/041005
Kind Code:
A1
Abstract:
The present invention relates to a method for stitching a multi-layer, breathable garment lining that can be re-used and is leakproof, and which has absorbent, antimicrobial, impermeable and vapour-dispersive properties. Such a lining is designed to prevent the leakage of body fluids, such as sweat, blood, vaginal fluids, menstrual fluid, urine, breast milk or post-surgery fluids. Such a lining has absorbent, antimicrobial, impermeable and vapour-dispersive properties. The lining may be stitched or adhesively bonded to the garment, which may be women's and men's underwear, shorts, Bermuda shorts, skirts, pants, brassieres, shirts, T shirts, overalls, body-sculpting wear, dresses, and women's and men's nightwear. The stitching method creates channels for the liquid and creates a non-linear "U"-shape structure in the lining in order to prevent leakage from the sides. The present lining also has a reduced number of layers laterally owing to one of the layers thereof being narrower than the other layers, providing the wearer with a thinner overlay.

Inventors:
EWELL, Emily Steed (Rua Romeu do Nascimento, 280 - Apt 13-BCEP -410 Sorocaba, SP, CEP 18047-410, BR)
Application Number:
BR2017/050249
Publication Date:
March 07, 2019
Filing Date:
August 28, 2017
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
EC BRAND COM IMP EXP DE VEST EM GERAL LTDA (Av Barão de Tatuí, 1200 - Sala 2-ACEP -000 Sorocaba, SP, CEP 18030-000, BR)
International Classes:
B32B27/02; A41D13/11; A61F5/44; A61F13/15; A61F13/472; A61F13/475; A61F13/49; A61F13/56; A61H36/00; B32B3/12; D02G3/46; D03D15/00; D04B1/14; D04B23/02; D06M13/00; D06M15/00; D06M101/04; D06M101/32
Attorney, Agent or Firm:
VAZ E DIAS ADVOGADOS & ASSOCIADOS (Rua da Assembléia 10, cj. 1503/1504 – Centro, CEP: -000 Rio de Janeiro, CEP: 20011-000, BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1. Processo de costura de forro multicamada de vestuário caracterizado por conter as seguintes etapas:

- costurar as camadas Dl e D2 utilizando ponto de corrente (ISO 101), ponto ziguezague (ISO304) ou ponto overloque (ISO 401) de 1 a 3 cm das bordas de Dl;

- costurar as camadas B, C e Dl nos lados 1 e 3: em que a camada A pode ser costurada em outra camada interior de vestuário para fins estéticos com ponto "lupe cego", ponto overloque (ISO 504), ponto Ziguezague (ISO 304) ou pontos planares (ISO 607) ;

em que a camada B pode ser costurada com um ponto adicional de acabamento na nesga, como ponto de overlock(ISO 504), ponto purl (ISO 503) ou ponto de segurança simulado (ISO 512) ; e

- costurar as camadas A, B, C e Dl nos lados 2 e 4 de abertura das pernas do forro com fita adesiva ou costura utilizando ponto "lupe cego" ou ponto overloque (ISO 504) ou ponto ziguezague (ISO 304) ou ponto de cobertura inferior (ISO 406) .

2. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado por as camadas A, B, C e Dl serem unidas por costura com acessórios como elásticos, rendas ou outros acabame tos .

3. Processo de costura de forro multicamada de vestuário, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 e 2, caracterizado pelo fato de as camadas B, C e Dl serem cortadas do tamanho do forro.

4. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que a camada D2 possui comprimento referente aos lados de abertura das pernas (2 e 4) 0,5 a 1,5 cm menor do que o comprimento referente aos lados de abertura das pernas do forro (2 e 4) das camadas B, C e Dl.

5. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que as costuras são realizadas com agulhas de tamanho 60 até tamanho 90.

6. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que as costuras são realizadas utilizando fio 120-160 de poliéster ou fio de poliéster que recebeu tratamento antimicrobiano e anti-vazamento .

7. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material de acabamento da camada A é preferencialmente selecionado do grupo compreendendo algodão, modal, bambú, viscose, poliéster, microfibra, nylon, incluindo combinações com elastano, com lycra e com spandex.

8. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material natural ou sintético que compõe a camada B é selecionado do grupo compreendendo algodão, poliéster, bambú, viscose, tinsel, modal e nylon.

9. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material natural ou sintético que compõe a camada B possui peso entre 60 e 350 g/m2.

10. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material natural ou sintético que compõe a camada B possuir estrutura de mala ou de tecido trançado ou de fleece ou de felpa ou de microfibra .

11. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que a segunda camada B é tratada quimicamente com produto antimibrocrobiano, particularmente com produto que contém ions de prata, como exemplo Silpure (produto da Thomson Research associates) .

12. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que a camada C de poliuretano termoplástico respirável possui espessura de 0,015-0,020 mm e ser aplicada sem o uso de produtos químicos.

13. Processo, de acordo com a reivindicação 8, caracterizado pelo fato de que a camada Dl ser tricotada ou tecida e pode ser composta por 51% de modal, viscose, bambu, carbono ou algodão com 90-300 gsm.

14. Processo, de acordo com a reivindicação 8, caracterizado pelo fato de que a camada D2 é composta por no mínimo 90% de tanto poliéster ou microfibra com fibra coolplus com 100-300 gsm.

REIVINDICAÇÕES MODIFICADAS

Recebidas pela Secretaria Internacional no dia 27 dezembro 2018 (27.12.2018)

1. Processo de costura de forro multicamada de vestuário que possui pelo menos quatro camadas, dentre as quais pelo menos uma possui funcionalidade antimicrobiana caracterizado por conter as seguintes etapas:

- as camadas B, C e Dl serem cortadas do tamanho do forro .

costurar as camadas Dl e D2 utilizando ponto de corrente (ISO 101), ponto ziguezague (ISO304) ou ponto overloque (ISO 401) de 1 a. 3 cm das bordas de Dl;

- costurar as camadas B, C e Dl nos lados 1 e 3:

em que a camada A pode ser costurada em outra camada interior de vestuário para fins estéticos com ponto "lupe cego", ponto overloque (ISO 504), ponto Ziguezague (ISO 304) ou pontos planares (ISO 607) ;

em que a camada B pode ser costurada com um ponto adicional de acabamento na nesga, como ponto de overlock(ISO 504), ponto purl (ISO 503) ou ponto de segurança simulado (ISO 512) ; e

- costurar as camadas A, B, C e Dl nos lados 2 e 4 de abertura das pernas do forro com fita adesiva ou costura utilizando ponto "lupe cego" ou ponto overloque (ISO 504) ou ponto ziguezague (ISO 304) ou ponto de cobertura inferior (ISO 406) .

-as camadas A, B, C e Dl serem unidas por costura com acessórios como elásticos, rendas ou outros acabamentos.

FOLHA MODIFICADA (ARTIGO 19)

2. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que a camada D2 possui comprimento referente aos lados de abertura das pernas (2 e 4) 0,1 a 0,3 cm menor do que o comprimento referente aos lados de abertura das pernas do forro (2 e 4) das camadas B, C e Dl .

3. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que as costuras são realizadas com agulhas de tamanho 60 até tamanho 90.

4. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que as costuras são realizadas utilizando fio 120-160 de poliéster ou fio de poliéster que recebeu tratamento antimicrobiano e anti-vazamento .

5. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material de acabamento da camada A é preferencialmente selecionado do grupo compreendendo algodão, modal, bambú, viscose, poliéster, microfibra, nylon, incluindo combinações com elastano, com lycra e com spandex.

6. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material natural ou sintético que compõe a camada B é selecionado do grupo compreendendo algodão, poliéster, bambú, viscose, tinsel, modal e nylon.

7. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material natural ou sintético que compõe a camada B possuir estrutura reticulada

FOLHA MODIFICADA (ARTIGO 19) ou de tecido trançado ou de fleece ou de felpa ou de microfibra .

8. Processo, de acordo com a reivindicação 7, caracterizado pelo fato da camada Dl ser tricotada ou tecida e pode ser composta por 51% de modal, viscose, bambu, carbono ou algodão com 90-300 g/m2.

9. Processo, de acordo com a reivindicação 7, caracterizado pelo fato de que a camada D2 é composta por no mínimo 90% de tanto poliéster ou microfibra com fibra coolplus com 100-300 g/m2.

10. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que o material natural ou sintético que compõe a camada B possui peso entre 60 e 350 g/m2.

11. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que a camada B de poliuretano termoplástico respirável possui espessura de 0,015-0,020 mm e ser aplicada sem o uso de produtos químicos.

12. Processo, de acordo com a reivindicação 1, caracterizado pelo fato de que a camada D ou Dl é tratada quimicamente com produto antimibrocrobiano, particularmente com produto que contém zinco.

13. Processo de costura de forro multicamada de vestuário que possui pelo menos quatro camadas, dentre as quais pelo menos uma possui funcionalidade antimicrobiana, caracterizado pelo fato de que as camadas Dl, D2 e C são unidas por uma costura lateral em formato de U.

FOLHA MODIFICADA (ARTIGO 19)

14. Processo de costura de forro multicamada de vestuário que possui pelo menos quatro camadas, dentre as quais pelo menos uma possui funcionalidade antimicrobiana caracterizado por poder ser implementado em um vestuário do tipo sutiã e possuir pelo menos 4 camadas A, B, C e D; a dita camada C de poliuretano termoplástico respirável possuir espessura de 0,015-0,020 mm e ser aplicada sem o uso de produtos químicos; a dita camada D ser tratada quimicamente com produto antimicrobiano, particularmente com produto que contém zinco; as camadas B e C serem costuradas à camada D e a camada D ser costurada à camada A.

15. Processo de costura de forro multicamada de vestuário que possui pelo menos quatro camadas, dentre as quais pelo menos uma possui funcionalidade antimicrobiana, de acordo com a reivindicação 14, caracterizado pelo fato da camada D poder se referir a uma camada ou duas camadas Dl e D2.

FOLHA MODIFICADA (ARTIGO 19)

Description:
PROCESSO DE COSTURA DE FORRO MUL T I CAMADA DE VESTUÁRIO

CAMPO DA INVENÇÃO

[001] A presente invenção refere-se a um processo de costura de um forro multicamada de vestuário respirável, reutilizável e à prova de vazamentos, com funções absorvente, antimicrobiana, de impermeabilização e de dispersão de vapores.

FUNDAMENTOS DA INVENÇÃO

[002] Roupas com funcionalidades provêem soluções para os consumidores e são capazes de aumentar o bem-estar e a saúde. Atualmente, existem diversas soluções para os problemas relativos à liberação dos fluidos corporais como suor, sangue, fluidos vaginais, fluido menstrual, urina, leite materno ou fluidos pós-cirúrgicos .

[003] Porém, muitas dessas soluções para a liberação de fluidos corporais não refletem soluções práticas, uma vez que requerem aplicação diária e reaplicação. Ademais, o descarte após o uso pode refletir em outros problemas técnicos para o consumidor.

[004] Desta maneira, produtos laváveis e reaproveitáveis para solucionar os problemas de liberação de fluidos corporais são desejáveis pelo consumidor. Adicionalmente, a alta durabilidade de tais produtos também é um fator desejável.

[005] A presente invenção refere-se a um processo de costura de um forro multicamada de vestuário respirável, reutilizável e à prova de vazamentos. Tal forro possui como finalidade principal evitar vazamento de fluidos corporais como suor, sangue, fluidos vaginais, fluido menstrual, urina, leite materno ou fluidos pós-cirúrgicos. O forro é costurado à peça de vestuário visando aumentar a qualidade de vida e o bem-estar dos consumidores. Os ditos vestuários nos quais o forro pode ser aplicado incluem: roupas intimas femininas e masculinas, shorts, bermudas, saias, calças, sutiãs, camisas, camisetas, macacões, modeladores corporais, vestidos, roupas de dormir femininas e masculinas e outras.

[006] O referido forro multicamada para vestuário possui pelo menos quatro camadas, dentre as quais pelo menos uma possui funcionalidade antimicrobiana, que é fundamental para garantir a saúde e o bem-estar do usuário.

[007] O fato do referido forro ser reutilizável garante que a presente invenção seja uma solução económica e higiénica para o usuário, além de contribuir positivamente para o meio ambiente.

[008] A respirabilidade do forro multicamada para vestuário é essencial para manter a estabilidade da temperatura e o conforto da peça para o usuário durante o seu uso. Ademais, o forro possui função antimicrobiana com durabilidade de até 60 lavagens utilizando máquina de lavar roupa. Para a preservação de sua característica antimicrobiana após diversas lavagens, o forro deve ser higienizado sem amaciante de roupa ou alvejante, de forma a garantir as suas funções.

[009] As diversas camadas que compõem o referido forro, combinadas com o processo de costura da presente invenção, são fundamentais para a função antivazamento do forro, uma vez que resolvem o problema técnico de revestimentos impermeáveis que costumam causar vazamento pelas laterais quando estão cheios. [010] O processo de costura objeto desta invenção canaliza o liquido e cria uma estrutura não linear em forma de "U" no forro, de forma a evitar vazamento através das laterais. O presente forro também reduz o número de camadas nos pontos de costura de suas laterais, uma vez que a camada absorvente possui largura ligeiramente menor do que as demais camadas, proporcionando bordas mais confortáveis e permitindo a sensação de um forro mais fino para o usuário .

[011] O pedido de patente americano US 20140039432 revela diversas modalidades de forro multicamada de vestuário. Em uma de suas modalidades é revelado um forro com uma primeira camada possuindo função de absorção e drenagem; uma segunda camada antimicrobiana; uma terceira camada impermeável e respirável de poliuretano e uma quarta camada externa de tecido do vestuário. Apesar das figuras presentes neste documento sugerirem a disposição das costuras, não é possível aferir pelos ensinamentos deste documento se as camadas são fixadas sequencialmente por costuras com ponto alinhavo (camada interna) , ponto de luva (camada interna com intermediárias) e ponto overloque (camada interna com intermediárias e externa) .

BREVE DESCRIÇÃO DA INVENÇÃO

[012] A presente invenção refere-se a processo de costura de um forro multicamada de vestuário respirável, reutilizável e à prova de vazamentos. Tal forro possui como finalidade evitar vazamento de fluidos corporais como suor, sangue, fluidos vaginais, fluido menstrual, urina, leite materno ou fluidos pós-cirúrgicos . Tal forro possui funções absorvente, antimicrobiana, de impermeabilização e de dispersão de vapores.

[013] O processo de costura objeto desta invenção canaliza o liquido e cria uma estrutura não linear em forma de "U" no forro, de forma a evitar vazamento através das laterais. O presente forro também possui número reduzido de pontos de costura em suas laterais, uma vez que a camada absorvente possui largura ligeiramente menor do que as demais camadas, proporcionando bordas mais confortáveis e permitindo a sensação de um forro mais fino para o usuário.

BREVE DESCRIÇÃO DAS FIGURAS

[014] A presente invenção será, a seguir, descrita com referência às modalidades representadas nas figuras.

[015] A figura 1 é uma vista esquemática que mostra um forro multicamada para vestuário composto pelas camadas A, B, C, Dl e D2.

[016] A figura 2 mostra as camadas Dl, D2, B e C unidas por processo de costura especifico.

DESCRIÇÃO DETALHADA DA INVENÇÃO

[017] A presente invenção refere-se a um processo de costura de um forro multicamada de vestuário que pode ser usado em peças de vestuário, preferencialmente, em roupas intimas femininas e masculinas em geral.

[018] O forro multicamada da presente invenção possui resistência até 60 lavagens em máquina - guardados os devidos cuidados, está em conformidade com a norma ISO

20743, possui resistência por 12h ao teste de impermeabilidade aplicando 500 ml de fluido e é permeável ao ar .

[019] Para costurar o forro, é necessário realizar o corte das camadas A, B, C, Dl e D2. Deve-se cortar B, C e Dl com as mesmas dimensões do forro, bem como com as mesmas dimensões entre si. A camada A deve ser cortada com a mesma largura do forro, conforme demonstrado pela largura referente aos lados frontal e posterior (3 e 1) na figura 1, e com comprimento referente aos lados de abertura das pernas do forro (2 e 4) de acordo com o design da vestimenta .

[020] A camada D2, por sua vez, deve possuir comprimento referente aos lados de abertura das pernas do forro (2 e 4) que seja pelo menos 0,5 a 1,5 cm menor do que o comprimento referente aos lados de abertura das pernas do forro (2 e 4) das camadas B, C e Dl . Com esta alteração, o volume global do forro é reduzido nas bordas, proporcionando mais conforto ao usuário. A camada D2 possui largura referente aos lados frontal e posterior (3 e 1) da peça de vestuário igual as das camadas B, C e Dl .

[021] O processo de costura é realizado através das seguintes etapas:

[022] Etapa 1: Costurar as camadas Dl e D2 utilizando ponto de corrente (ISO 101), ponto ziguezague (ISO 304) ou pesponto duplo (ISO 401) nos lados 2 e 4, de l a 3 cm das bordas de Dl;

[023] Etapa 2: Costurar as camadas B, C, D2 e Dl nos lados 1 e 3;

[024] em que a camada A) pode ser costurada em outra camada interior de vestuário para fins estéticos com ponto "lupe cego", ponto overloque (ISO 504), ponto ziguezague (ISO 304) ou pontos achatados (ISO 607);

[025] em que a camada B) pode ser costurada com um ponto adicional de acabamento na nesga, como ponto de overloque (ISO 504), ponto purl (ISO 503) ou ponto de segurança simulado (ISO 512);

[026] Etapa 3: Costurar as camadas A, B, C e Dl nos lados de abertura das pernas do forro com fita adesiva, ou costura utilizando ponto "lupe cego", ou ponto overloque (ISO 504), ou ponto ziguezague (ISO 304), ou ponto de cobertura inferior (ISO 406) . Essas camadas podem ser, adicionalmente, unidas através da costura com ac6JsSOr±os como elásticos, rendas ou outros acabamentos.

[027] As camadas constituintes do forro, combinadas com o processo de costura da presente invenção, são fundamentais para a função antivazamento do forro, uma vez que resolvem o problema técnico de revestimentos impermeáveis que costumam causar vazamento pelas laterais quando estão cheios. Uma vez que o referido forro é composto por tecido e é construído de forma plana na nesga, o processo de costura canaliza o líquido e cria uma estrutura não linear em forma de "U" no forro, de forma a evitar vazamento através das laterais. O presente forro também possui número reduzido de camadas nas suas bordas devido à camada D2 possuir comprimento menor comparado às outras camadas, tornando o revestimento mais confortável para o usuário. A figura 2 mostra o forro com suas camadas Dl, D2, B e C; correspondendo à etapa 2 do processo de costura.

[028] Todas as costuras devem ser realizadas com agulhas de tamanho 60 até 90 com objetivo de produzir orifícios pequenos e reduzir as possibilidades de vazamentos do forro. Todas as costuras utilizam fio 120-160 de poliéster ou fio de poliéster que recebeu tratamento antimicrobiano e antivazamento . O poliéster reduz a capilaridade através das costuras do forro para o lado da peça, os fios tratados melhoram o desempenho geral do forro .

[029] O forro multicamada compreende 5 camadas, sendo uma primeira camada A de material de acabamento externo, preferencialmente selecionado de material do grupo compreendendo algodão, modal, bambú, viscose, poliéster, microfibra, nylon, incluindo combinações com elastano, com lycra e com spandex.

[030] Uma segunda camada B de material natural ou sintético selecionado do grupo compreendendo algodão, poliéster, bambú, viscose, tinsel, modal e nylon com peso entre 60 e 350 g/m2 e pode possuir estrutura de mala, de tecido trançado, de fleece, de felpa ou de microfibra. A segunda camada B é tratada quimicamente com produto antimibrocrobiano, particularmente com produto que contém ions de prata, como exemplo Silpure (produto da Thomson Research associates) .

[031] Uma terceira camada C é de poliuretano termoplástico respirável de 0, 015-0, 020mm que é aplicado sem o uso de produtos químicos nocivos como presente no estado da técnica.

[032] A terceira camada C é fixada na segunda camada B por meio de processo de laminação, com aplicação de calor. As demais camadas são unidas por meio de processo de costura específico.

[033] A combinação da camada impermeável C e da camada antimicrobiana B promove maior efetividade antimicrobiana pelo fato desta camada se encontrar na parte inferior do forro muiticamada, de modo que a maior parte do liquido absorvido não ficaria em contato com o tecido antimicrobiano . Além disso, tal combinação proporciona maior flexibilidade para a funcionalidade nas camadas em direção ao corpo, além do fato do forro multicamadas possuir menor volume global, resultando em um maior conforto para o usuário.

[034] Uma quarta camada Dl, a qual é a camada mais interna do forro, pode ser composta por 51% de modal, viscose, bambu, carbono ou algodão com 90-300gsm. A camada Dl pode ser tricotada ou tecida com um padrão especial a ser criado com: (1) aberturas maiores ou canais para o liquido que facilita a passagem mecânica do liquido por capilaridade para a próxima camada e que inclui líquidos mais viscosos e/ou menos polarizados do que a água e com (2) textura 3D que fornece uma maior área superficial em contato com o corpo - permitindo uma secagem mais rápida e um toque mais seco do que um tecido de Jersey de malha simples ou dupla de peso comparável e denier.

[035] Uma quinta camada D2 , a qual é a camada absorvente, é composta por no mínimo 90% de poliéster ou microfibra com fibra coolplus incorporada com tecnologia de rápida absorção, secagem rápida e propriedades resfriantes, com 100-300gsm. As fibras coolplus são distintas das tecnologias mais comumente utilizadas para se obter roupas com rápida absorção e secagem, uma vez que tais tecnologias utilizam produtos químicos para obter as funções de rápida absorção e secagem, os quais são repelidos do tecido devido às lavagens. Releva mencionar a vantagem da presente invenção relacionada às fibras coolplus que estão incorporadas no tecido e não saem com o passar do tempo, o que auxilia na regulação da temperatura no forro. Dependendo da finalidade do forro multicamada para vestuário, esta camada pode estar em maiores quantidades no forro .

[036] Os versados na arte valorizarão os conhecimentos aqui apresentados e poderão reproduzir a invenção nas modalidades apresentadas e em outras variantes, abrangidas no escopo das reivindicações anexas.