Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
MONITORING DEVICE WITH OPTIMISED ELECTRICAL CONNECTIONS
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2018/231081
Kind Code:
A1
Abstract:
The present invention relates to a monitoring device (1) for monitoring persons on person support surfaces, such as beds, wherein the monitoring device (1) comprises a textile material support (2) that provides a person support surface, an arrangement (3) of textile conductors associated with the textile material support (2), a control device (7) connected in an energy conducting manner to the arrangement (3) of textile conductors and a power source (8), the monitoring device (1) being characterised in that it comprises first connection means (4) designed to be fastened to the textile conductors (31, 32) by connections actuated by pressure or compression.

Inventors:
DA S. RODRIGUES ANDRADE, Antonio Jose (RUA AGOSTINHO DA SILVA, LOTE 2 SECTOR A - AZURVA, 3800-735 AVEIRO, 3800-735, PT)
OLIVEIRA FREITAS, Diana Rosa (RUA DE MATOS, 29 FEIRA, 4520-154 SANTA MARIA DA FEIRA, 4520-154, PT)
RODRIGUES CHAVES FERREIRA, Paulo Alexandre (AV DUQUE DE AVILA 23, 1000-138 LISBOA, 1000-138, PT)
GUIMARAES PIMENTA, Nelson Rafael (AV DUQUE DE AVILA 23, 1000-138 LISBOA, 1000-138, PT)
Application Number:
PT2018/000012
Publication Date:
December 20, 2018
Filing Date:
June 07, 2018
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
FLEXITEX - FABRICA DE TECIDOS SA (RUA VISCONDE DE S. JOAO MADEIRA, 127, 3700-257 SÃO JOÃO DA MADEIRA, 3700-257, PT)
International Classes:
D03D1/00; A61B5/00; A61B5/11; G08B21/04; H01R12/51; H01R12/59
Foreign References:
US20170042340A12017-02-16
US20120156926A12012-06-21
US20040266244A12004-12-30
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1. Disposição de monitorização (1) para monitorização de indivíduos em superfícies de suporte de indivíduos, como por exemplo camas, sendo que a referida disposição de monitorização (1) compreende:

- um suporte material têxtil (2) apresentando uma parte de topo (21, 22) adaptada para cobrir pelo menos parte, de um modo preferido a totalidade da superfície orientada para cima de um objeto (A) que é adaptado para suporte de indivíduos, como por exemplo um assento de cadeira, um colchão de cama, ou similar;

- uma disposição de têxteis condutores (3) associada ao referido suporte material têxtil (2);

- um dispositivo de controlo (7) proporcionado em ligação condutora de energia com a referida disposição de têxteis condutores (3) e com uma fonte de energia ( 8 ) ,

sendo que o referido suporte material têxtil (2) apresenta uma parte de topo (21, 22) que compreende pelo menos parte da disposição têxtil de condução (3) , caracteri zada

por a ligação condutora de energia entre a referida disposição têxtil condutora (3) e o referido dispositivo de controlo (7), compreender:

- primeiros meios de ligação (4) adaptados para ligação condutora de uma primeira e uma segunda extremidade da referida disposição de têxteis condutores (3) ;

22

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) - uma disposição de condução de energia (5) adaptada para ligação de referidos primeiros meios de ligação (4) a segundos meios de ligação (6);

- segundos meios de ligação (6) adaptados para ligação condutora da referida disposição de condução de energia (5) ao referido dispositivo de controlo (7), sendo que ambos os referidos primeiros e segundos meios de ligação (4, 6) são proporcionados como peças compreendendo respectivas partes metálicas condutoras, e por os referidos primeiros meios de ligação (4) serem adaptados de modo que podem ser fixados aos referidos têxteis condutores (31, 32) por meio de ligação de tipo aperto/ esmagamento.

2. Disposição de acordo com a reivindicação 1, caracterizada por os referidos têxteis condutores (31, 32) serem retidos através de meios de fixação (11) em respetivas regiões de extremidade, de um modo preferido próximas da região de perímetro da parte de topo do referido suporte material têxtil (2), ou ao longo de toda a sua extensão alongada, de modo que são retidos pelo menos parcialmente contra a possibilidade de deslocamento dos referidos têxteis condutores (31, 32) segundo a respetiva extensão alongada, em particular de modo que a aplicação de uma força segundo uma direção transversal numa região da referida parte de topo do suporte material têxtil (2), gera uma deflexão de pelo menos um dos referidos têxteis condutores (31, 32) sem deslizamento relativo do mesmo na direção da sua extensão alongada.

3. Disposição de acordo com as reivindicações 1 ou 2, caracterizada por os referidos têxteis condutores (31, 32) serem conectados com respetivos elementos

23

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) condutores da referida disposição de condução de energia (5), através de primeiros meios de ligação (4) proporcionados numa região dos referidos têxteis condutores (31, 32) junto à extremidade da parte de topo do suporte material têxtil (2), de um modo preferido junto a referidos meios de fixação (11) de têxteis condutores (31, 32).

4. Disposição de acordo com qualquer das reivindicações 1 a 3, caracterizada por os referidos têxteis condutores

(31, 32) serem conectados com os referidos elementos condutores da referida disposição de condução de energia (5) , através de uma porção dos referidos têxteis condutores (31, 32) elevada numa extensão reduzida com relação à extensão do suporte material têxtil (2), em jeito de porção de em forma de elo, de um modo preferido junto a referidos meios de fixação

(11) de têxteis condutores (31, 32).

5. Disposição de acordo com qualquer das anteriores reivindicações 1 a 4, caracterizada por os referidos têxteis condutores (31) serem retidos através de meios de fixação (11) proporcionados na proximidade da extremidade da parte de topo do suporte material têxtil (2), de um modo preferido através de uma costura no referido suporte material têxtil (2) segundo uma direção transversal à extensão alongada dos referidos têxteis condutores (31), ou por os referidos primeiros e segundos têxteis condutores (31, 32) serem fixados ao suporte material têxtil (2) de forma substancialmente continua ao longo da respetiva extensão de alongamento.

6. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 5, caracterizada por o referido

24

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) dispositivo de controlo (7) ser proporcionado numa parte de lateral do referido suporte material têxtil

(2) e na proximidade de uma fonte de energia (8), de um modo preferido na proximidade de uma região de abertura proporcionada pelos referidos meios de fecho de suporte

(12) .

7. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 6, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) apresentar meios de ligação de suporte (12) adaptados de modo a proporcionar ligação entre pelo menos duas das referidas partes de suporte material têxtil (2), e a proporcionar um suporte de encaminhamento para pelo menos parte da extensão da referida disposição de condução de energia (5) , sendo que o referido suporte de encaminhamento é proporcionado como pelo menos um de elos de passagem, ou bainha de passagem, de modo a conter a referida disposição de condução de energia (5) em pelo menos dois pontos, de um modo preferido numa extensão continua, ao longo de pelo menos parte da respetiva extensão .

8. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 7, caracterizada por a referida disposição de condução de energia (5) ser retida ao longo de pelo menos parte da sua extensão por uma pluralidade de elementos de retenção (14) associados ao referido suporte material têxtil (2) e configurados em forma de bainha, elo, ou similar, de modo a manter a pluralidade de fios condutores incluídos na referida disposição de condução de energia (5) em proximidade relativa entre si ao longo de pelo menos parte da respetiva extensão.

25

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26)

9. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 8, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) ser proporcionado de modo que pode ser disposto sobre o referido objeto (A) de forma que a referida disposição de têxteis condutores (3) é substancialmente retida sobre o referido objeto (A) , pelo menos com relação a movimentos segundo uma extensão longitudinal do referido objeto (A), e

por o referido dispositivo de controlo (7) e ligações eléctricas entre este e a referida disposição de têxteis condutores (3) serem associados ao referido suporte material têxtil (2), de um modo preferido retidos neste, e as referidas ligações elétricas serem proporcionadas de modo que a colocação do referido suporte material têxtil (2) sobre o referido objeto (A) não requer a conexão de qualquer ligação elétrica, e a remoção do referido suporte material têxtil (2) não requer a desconexão de qualquer ligação elétrica entre o dispositivo de controlo (7) e a referida disposição de têxteis condutores (3) .

10. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 9, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) apresentar ainda pelo menos um de :

- uma configuração geral pelo menos parcialmente fechada de modo a poder recolher pelo menos parcialmente o referido objeto (A) no seu interior por debaixo da referida parte de topo (21, 22) e numa posição substancialmente fixa com relação ao referido suporte material têxtil (2), e

- meios de retenção (23) proporcionados de modo a poder reter o referido suporte material têxtil (2)

26

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) numa posição substancialmente fixa com relação ao referido objeto (A) .

11. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 10, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) ser proporcionado com meios de retenção (23) adaptados de modo a proporcionar pelo menos um de: retenção e fixação, do referido suporte material têxtil (2) no referido objeto (A) para suporte de indivíduos, de modo que o referido suporte material têxtil (2) pode ser colocado e removido do referido objeto (A) para suporte de indivíduos.

12. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações 1 a 11, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) ser proporcionado com a forma geral de tipo caixa, cilindro, manga, ou similar, configurada de modo que pode envolver pelo menos a maior parte da superfície exterior de um objeto (A) para suporte de indivíduos, incluindo do tipo colchão, almofada, assento, ou similar, e de um modo preferido ainda pelo menos uma parte lateral proporcionada entre as referidas parte de topo e parte de base, e uma parte de base que não apresenta disposição de têxtil de condução (3) .

13. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) apresentar meios de ligação de suporte (12) adaptados de modo a proporcionar ligação entre pelo menos duas das referidas partes de suporte material têxtil (2), como por exemplo da referida parte de topo (21, 22) às restantes partes, ao longo de pelo menos parte de uma região de perímetro do referido

27

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) suporte material têxtil (2), de modo que o referido suporte material têxtil (2) pode ser aberto, aplicado como envolvente de um elemento de suporte, e fechado, e vice-versa .

14. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) apresentar meios de ligação de suporte (12) adaptados de modo a proporcionar ligação entre pelo menos duas das referidas partes de suporte material têxtil (2), do tipo meios de ligação removível manualmente, incluindo de forma contínua, como por exemplo do tipo fecho de correr, e de forma pontual, como por exemplo botão de aperto.

15. Disposição de acordo com qualquer uma das anteriores reivindicações, caracterizada por o referido suporte material têxtil (2) ser proporcionado com uma forma geral de modo a confinar o referido objeto (A) de suporte de indivíduos no seu interior, e por o referido dispositivo de controlo (7), fonte de energia (8) e todas as ligações condutoras de energia (4, 5, 6) entre a referida disposição têxtil de condução (3) e o referido dispositivo de controlo (7) serem proporcionadas no interior do confinamento proporcionado pelo referido suporte material têxtil (2), de modo que a referida disposição de monitorização (1) não apresenta ligações por fios para o exterior, por exemplo a dispositivos externos.

S. João da Madeira, 7 de Junho de 2018

28

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26)

Description:
DESCRIÇÃO

DISPOSIÇÃO DE MONITORIZAÇÃO COM LIGAÇÕES ELÉTRICAS

OPTIMIZADAS

Campo da Técnica

A presente invenção refere-se ao campo das disposições para cobertura de objetos como por exemplo camas, e reconhecimento de presença e movimento de indivíduos sobre uma respetiva superfície de suporte.

A presente invenção refere-se ainda a um sistema de monitorização do tipo da presente invenção.

Antecedentes da Invenção

São conhecidos diversos documentos no estado da técnica relativos a disposições de detecção de movimento de pessoas em camas, incluindo como meios de monitorização para aplicação em hospitais e instalações de hospitalidade para indivíduos de terceira idade.

Em particular, é conhecido usar uma disposição de tipo interruptor elétrico operado por pressão. Tipicamente, o referido interruptor elétrico é proporcionado pela sobreposição de dois condutores que resultam em contato quando pressionados pelo peso de um indivíduo .

Os documentos US 4,263,586, US 4,295,133, revelam soluções relacionadas com este tipo de disposição de interruptor .

1

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) Os documentos US 4,484,043 e US 6,696,653 Bl revelam uma disposição de faixas condutoras paralelas em que há uma sobreposição entre condutores proporcionados num alinhamento vertical comum ao longo da sua extensão.

O documento EP 0671145 Bl revela uma disposição similar compreendendo um membro planar mais abaixo, um membro planar mais acima que deflecte sob a ação do peso de um individuo e um meio de sensor localizado entre os referidos membros planares. Esta solução não considera a medição de variações de condutibilidade elétrica nem proporciona uma integração de uma disposição de têxteis condutores com um suporte têxtil.

O documento US 6,987,232 B2 revela um sensor e método para detetar o movimento de um paciente, sendo que o sensor usa uma escada resistiva configurada de forma linear com resistores afastados entre si como um meio de determinar pelo menos aproximadamente a localização do paciente no sensor, bem como um comprimento aproximado do sensor que é comprimido pelo paciente. O sensor compreender um membro não-condutor superior e um membro não-condutor inferior.

O documento US 7,396,331 B2 revela um sistema e processo para recolha e análise não invasivos de sinais fisiológicos .

O documento WO 2008/104918 Al revela um sistema e método para obter dados fisiológicos de um paciente. O referido sistema compreende pelo menos um membro deformável elasticamente, sendo que o referido membro é deformável pelo paciente que se encontra numa cama. O método inclui a aquisição de dados de deformação do referido membro e a determinação de dados fisiológicos do referido paciente com base nos referidos dados de deformação .

2

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) 0 documento WO 2009/124397 A2 revela um dispositivo de sinalização para detetar a presença de um objeto, compreendendo primeiros e segundos condutores e espaçadores posicionados em camadas de topo e de fundo, de modo que quando forças são aplicadas externamente, os espaçadores colapsam e é estabelecido um caminho de condução entre os referidos primeiros e segundos condutores .

O documento WO 2013/003963 Al revela um dispositivo para detetar a mudanças posicionais de pessoas em camas. O referido dispositivo compreende pelo menos uma ponte alongada para suporte do colchão e para transmissão da carga suportada. A referida ponte compreende pelo menos uma placa com pelo menos uma secção que é configurada resistente à flexão. No curso de transmissão de força entre a carta suporta e o dispositivo de suporte é disposto pelo menos um sensor para detecção de uma variável de medida que pode ser influenciada pela carga suportada. Esta solução não considera a medição de variações de condutibilidade elétrica nem proporciona uma integração de uma disposição de têxteis condutores com um suporte têxtil.

Nenhum dos documentos no estado da técnica revela uma integração dos diversos componentes elétricos numa disposição de cobertura têxtil adaptada para ser aplicada sobre um objeto de suporte de indivíduos, como por exemplo um colchão. Existe por conseguinte a necessidade de uma disposição de cobertura deste tipo que proporcione ligações elétricas mais fiáveis e eficientes, bem como uma instalação rápida e ergonómica, sem necessidade de cuidados particulares com componentes e ligações elétricas .

Descrição da Invenção

3

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) 0 objectivo da presente invenção é o de proporcionar uma disposição de monitorização para monitorização de um individuo numa respetiva superfície de suporte, em particular numa superfície de suporte que compreende um suporte material têxtil, apresentando ligações condutoras de eletricidade mais fiáveis e eficientes entre uma disposição de têxteis condutores e um respetivo dispositivo de controlo.

Em particular, é um objetivo assegurar condições técnicas para uma medição fiável de pelo menos um parâmetro elétrico relevante pelos têxteis condutores, em resultado de solicitações, em particular forças geralmente segundo a direção da força da gravidade, sobre uma superfície material têxtil associada.

0 objetivo acima é resolvido de acordo com a presente invenção através de uma disposição de monitorização de acordo com a reivindicação 1.

Em particular, o objetivo acima é resolvido através de uma disposição de monitorização que em que a ligação condutora de energia entre a referida disposição têxtil condutora e o referido dispositivo de controlo, compreende :

- primeiros meios de ligação adaptados para ligação condutora de uma primeira e uma segunda extremidade da referida disposição de têxteis condutores;

- uma disposição de condução de energia adaptada para ligação de referidos primeiros meios de ligação a segundos meios de ligação;

- segundos meios de ligação adaptados para ligação condutora da referida disposição de condução de energia ao referido dispositivo de controlo,

sendo que ambos os referidos primeiros e segundos meios de ligação são proporcionados co o peças compreendendo

4

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) respectivas partes metálicas condutoras, e os referidos primeiros meios de ligação são adaptados de modo que podem ser fixados aos referidos têxteis condutores por meio de ligação de tipo aperto/ esmagamento.

É preferido quando os referidos primeiros meios de ligação são adaptados de modo que proporcionam ligação condutora de energia de cada um dos referidos têxteis condutores a respetivos elementos de condução de energia, de um modo preferido fios metálicos condutores ou similares, da referida disposição de condução de energia.

É preferido quando os referidos primeiros meios de ligação são adaptados de modo que apresentam uma parte de tipo macho, e uma parte de tipo fêmea, sendo que as referidas partes podem ser unidas manualmente, de um modo preferido com um elemento adicional de retenção das mesmas configurado de modo que requer o uso de uma ferramenta .

É preferido quando os referidos primeiros meios de ligação são adaptados de modo que apresentam uma secção transversal com uma dimensão menor que 7 mm, de um modo preferido com uma dimensão menor que 5 mm, sendo que a referida seção transversal é de forma circular ou de forma trapezoidal, de um modo preferido retangular.

É preferido quando a referida disposição de têxteis condutores é conectada ao referido dispositivo de controlo através de uma disposição de condução de energia configurada de modo que proporciona suporte para uma pluralidade de elementos condutores de energia de diferentes comprimentos.

É preferido quando a referida disposição de têxteis condutores é conectada ao referido dispositivo de controlo através de uma disposição de condução de energia que não se desenvolve ao longo de toda a extensão da referida parte de topo do referido suporte material

5

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) têxtil, de um modo preferido que se desenvolve ao longo de toda a extensão de pelo menos uma parte lateral do referido suporte material têxtil, de um modo particularmente preferido ao longo de toda a extensão de apenas uma parte lateral do referido.

É preferido quando a referida disposição de condução de energia compreende uma pluralidade de fios condutores que são associados aos referidos meios de ligação de suporte, incluindo pelo menos um de recolhidos e retidos nos referidos meios de ligação de suporte.

Um objetivo relacionado da presente invenção é o de proporcionar uma disposição de monitorização que proporcione uma construção mais simples, uma melhor integração dos componentes e ligações elétricas.

Em particular, a presente invenção proporciona uma associação mais fiável e eficiente de uma pluralidade de têxteis condutores a um respetivo suporte material têxtil, e a um objeto adaptado para suporte de indivíduos, de modo a proporcionar uma medição fiável pelos têxteis condutores de solicitações sobre a referida superfície material têxtil.

Além disso, o referido suporte material têxtil é proporcionado de modo que pode ser aplicado sobre o referido objeto de forma que a referida disposição de têxteis condutores é substancialmente retida sobre o referido objeto, pelo menos com relação a movimentos segundo uma extensão longitudinal do referido objeto, e em que o referido dispositivo de controlo e as ligações eléctricas entre este e a referida disposição de têxteis condutores são associados ao referido suporte material têxtil, de um modo preferido retidos neste, e as referidas ligações elétricas serem proporcionadas de modo que a colocação do referido suporte material têxtil sobre

6

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) o referido objeto não requer a conexão de qualquer ligação elétrica, e a remoção do referido suporte material têxtil não requer a desconexão de qualquer ligação elétrica.

É deste modo proporcionada uma disposição têxtil de cobertura compreendendo diversos meios elétricos, adaptada para uma aplicação direta e rápida, sem grandes necessidades de instalação e com menores riscos de mal funcionamento ou menor fiabilidade de medição.

É preferido quando a disposição de monitorização apresenta uma disposição de têxteis condutores proporcionada numa parte de topo e pelo menos um de meios de retenção da disposição de cobertura e meios de fecho de partes da referida disposição de cobertura, de modo que a referida disposição de cobertura pode ser aplicada sobre um objeto de suporte de indivíduos, como por exemplo um colchão, e removida do referido objeto, sem necessidade de conectar ou desconectar ligações elétricas .

É preferido quando o referido suporte material têxtil é proporcionado como um elemento de cobertura de pelo menos uma superfície adaptada para um indivíduo se deitar, sentar, ou encostar, de um objeto para suporte de indivíduos, incluindo peça de mobiliário, como por exemplo cadeira, ou suporte de acomodação de indivíduos, como por exemplo colchão de cama.

Um objetivo relacionado da presente invenção é o de proporcionar uma disposição de monitorização que proporciona uma monitorização fiável e eficiente da presença e movimento de um indivíduo sobre um respetivo objeto de suporte de indivíduos, como por exemplo o colchão de uma cama.

7

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) Em particular, a disposição de monitorização de acordo com a presente invenção compreende um suporte material têxtil que apresenta pelo menos um, de um modo preferido uma pluralidade de fios têxteis condutores, e pelo menos um dispositivo de controlo adaptado de modo que pode aplicar uma tensão elétrica em momentos sucessivos, medir pelo menos um parâmetro de condutibilidade elétrica comparar com pelo menos um valor medido anteriormente em cada um dos referidos fios têxteis condutores, de modo a identificar uma variação do referido parâmetro de condutibilidade elétrica.

Descrição das Figuras

A presente invenção será em seguida explicada em maior detalhe com base em formas de realização preferidas e nas Figuras que se anexam.

As Figuras mostram, em representações esquemáticas simplificadas :

Figura 1: diagrama de uma primeira forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção;

Figura 2: diagrama de uma pluralidade de disposições de monitorização (1) incluídas em um sistema de monitorização de acordo com a invenção;

Figura 3: diagrama de uma forma de realização preferida de disposição de têxteis condutores (31, 32) num suporte material têxtil (2) numa disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção;

8

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) diagrama de uma forma de realização preferida de disposição de têxteis condutores (3) numa disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de uma forma de realização preferida de disposição de têxteis condutores (3) de suporte material têxtil (2) numa disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de uma forma de realização preferida de disposição de têxteis condutores (3) de suporte material têxtil (2) numa disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de forma de realização preferida de configuração de suporte material têxtil (2) num disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção, numa posição de aberta; diagrama de forma de realização preferida de configuração de suporte material têxtil (2) num disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção, numa posição de fechada; diagrama de uma forma de realização preferida de disposição condutora de eletricidade entre uma disposição de têxteis condutores (3) e um respetivo dispositivo de controlo (7) numa disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção, com primeiros meios de ligação (4) fechados ;

Figura 10: diagrama de uma forma de realização preferida

9

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) de disposição condutora de eletricidade entre uma disposição de têxteis condutores (3) e um respetivo dispositivo de controlo (7) numa disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção, com primeiros meios de ligação (4) fechados ; diagrama de assemblagem de uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de assemblagem de uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de assemblagem de uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de assemblagem de uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção;

Figura 15: detalhe de assemblagem de uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção; diagrama de uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a invenção.

Descrição de formas de realização preferidas da invenção

10

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) A Figura 1 representa uma forma de realização preferida de uma disposição de monitorização (1) de acordo com a presente invenção, compreendendo uma disposição de têxteis condutores (3) associada a um suporte material têxtil (2) e proporcionada em ligação de condução de energia elétrica com um dispositivo de controlo ( 7 ) .

A disposição de têxteis condutores (3) compreende uma pluralidade de primeiros têxteis condutores (31) dispostos segundo uma direção substancialmente paralela entre si, e a uma distância (D) entre si, sendo que pode ser aplicada uma tensão elétrica entre primeira e segunda extremidades de cada um dos referidos primeiros têxteis condutores (31) .

De acordo com um primeiro aspeto inventivo, os referidos têxteis condutores (31, 32) compreendem uma pluralidade de partículas condutoras proporcionadas ao longo da extensão alongada dos referidos têxteis condutores. Além disso, os referidos têxteis condutores (31, 32) são adaptados de modo que proporcionam uma variação mensurável de condutibilidade elétrica quando submetidos a um alongamento, incluindo em resultado de uma deflexão segundo uma direção transversal à respetiva extensão alongada, em pelo menos uma região da respetiva extensão alongada, de modo a gerar uma variação de pelo menos um de distância e orientação relativa entre partículas condutoras proporcionadas nos referidos têxteis condutores (31, 32) ao longo da respetiva extensão alongada.

Em particular, a referida disposição de têxteis condutores (3) compreende uma pluralidade de primeiros têxteis condutores (31) dispostos de uma forma geral segundo uma primeira direção do referido suporte material têxtil (2) e adaptados de modo que proporcionam uma

11

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) variação mensurável de condutibilidade eléctrica quando submetidos a uma força apresentando uma componente perpendicular à superfície de suporte proporcionada pelo referido suporte material têxtil (2) .

Os referidos têxteis condutores (31, 32) são proporcionados como uma estrutura de material têxtil que apresenta uma distribuição de partículas metálicas proporcionadas com uma determinada densidade e alinhamento de modo que proporcionam propriedades condutoras de energia eléctrica à referida estrutura têxtil que variam de acordo com a extensão dos referidos têxteis condutores (31, 32) relativamente a uma situação não alongada, sendo que a referida estrutura têxtil é de um modo preferido de tipo fio têxtil, cordão têxtil, fita têxtil, ou similar. A aplicação de uma tensão elétrica permite por conseguinte medir pelo menos um parâmetro relativo à condutibilidade elétrica, por exemplo a resistência elétrica, de cada têxtil condutor (31, 32), de modo que variações do referido parâmetro no tempo proporcionam uma indicação de variações de carga sobre os mesmos .

A Figura 2 representa um sistema compreendendo uma pluralidade de disposições de monitorização (1), por exemplo camas, apresentando respetivos dispositivos de controlo (7) proporcionados em ligação de dados de curto alcance, por exemplo através de Bluetooth, ou similar, com um primeiro meio remoto de dados (91) que pode comunicar os dados recebidos com um segundo meio remoto de dados (92), por exemplo através de WIFI, ou similar.

É ainda preferido quando o processo de operação de um sistema de acordo com a presente invenção compreende ainda a apresentação de dados de medição, incluindo dados relativos a tipos de eventos, respetivo tempo de

12

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) ocorrência, determinados com base em medição periódica de variações de pelo menos um parâmetro de condutibilidade de eletricidade .

Conforme representado esquematicamente na Figura 3, de acordo com um outro aspeto inventivo, o referido dispositivo de controlo (7) é associado a uma fonte de energia (8), e adaptado de modo que pode regular através do referido dispositivo de controlo (7) a realização de ciclos sucessivos i, i+1, ···, sendo que cada ciclo compreende a aplicação de uma tensão elétrica previamente definido a cada um dos têxteis condutores (31, 32) da referida disposição de têxteis condutores (3) , a medição de pelo menos um parâmetro de energia relacionado com a condutibilidade de eletricidade através da referida e a aferição de uma eventual variação no valor medido do referido parâmetro de energia com relação a pelo menos uma medição anterior.

Além disso, cada ciclo de monitorização inclui ainda o passo de determinar, com base no valor medido num ciclo i, uma correspondência entre pelo menos um de:

- uma variação medida anteriormente em pelo menos um ciclo i-1 a i-n, e

- um pluralidade de variações medidas anteriormente em pelo menos dois ciclos i-1 a i-n,

e um determinado tipo de evento, incluindo pelo menos um de :

- entrada e saída de um indivíduo de contato com a referida disposição têxtil de condução (3) ;

- movimento de um indivíduo em contato com a referida disposição têxtil de condução (3) .

De acordo com uma forma de realização preferida, cada ciclo de monitorização inclui ainda determinar uma localização relativa sobre a referida disposição têxtil

13

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) de condução (3) , de um determinado intervalo de variações medidas para pelo menos um parâmetro associado à condutibilidade elétrica da referida disposição têxtil de condução (3) .

Além disso, é preferido quando o dispositivo de controlo (7) é proporcionado de modo que pode determinar uma relação entre variações acima de um determinado valor de limiar e a localização de variações de pelo menos um parâmetro associado à condutibilidade elétrica na referida disposição têxtil de condução (3) , e respetiva evolução no tempo.

De acordo com uma forma de realização preferida, o referido dispositivo de controlo (7) é proporcionado de modo que controla a aplicação de uma tensão elétrica sucessivamente às extremidades de cada um de uma pluralidade de têxteis condutores (31, 32), com uma periodicidade compreendida entre 0,001 s e 0,1 s, de forma continua no tempo.

De acordo com uma forma de realização preferida (vide Figura 4) , ambas as regiões de extremidade dos referidos têxteis condutores (31) na proximidade dos limites da parte de topo são adicionalmente fixadas ao suporte material têxtil (2) através de meios de fixação (11), proporcionados de modo a prevenir a possibilidade de substancial deslocamento segundo a extensão alongada dos mesmos com relação ao referido suporte material têxtil (2) . É deste modo assegurado que o alongamento dos referidos têxteis condutores (31) proporciona uma indicação fiável da solicitação por uma carga aplicada sobre o referido suporte material têxtil (2) .

É preferido quando os referidos têxteis condutores são proporcionados a distâncias (D) entre si de pelo

14

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) menos 10 mm, de um modo preferido pelo menos 20 mm, e no máximo 50 mm, de um modo preferido no máximo 30 mm.

De acordo com um aspeto inventivo, o referido suporte material têxtil (2) é proporcionado de modo que pode ser aplicado sobre o referido objeto (A) para suporte de indivíduos, por exemplo um colchão, de forma que a referida disposição de têxteis condutores (3) é substancialmente retida sobre o referido objeto (A), pelo menos com relação a movimentos segundo uma extensão longitudinal do referido objeto (A) . Além disso, o referido dispositivo de controlo (7) e ligações eléctricas entre este e a referida disposição de têxteis condutores (3) são associados ao referido suporte material têxtil (2), de um modo preferido retidos neste, e as referidas ligações elétricas serem proporcionadas de modo que a colocação do referido suporte material têxtil (2) sobre o referido objeto (A) não requer a conexão de qualquer ligação elétrica, e a remoção do referido suporte material têxtil (2) não requer a desconexão de qualquer ligação elétrica.

No caso de uma primeira forma de realização de disposição de monitorização (1) representada na Figura 5, o suporte material têxtil (2) é proporcionado com meios de retenção (23) proporcionados de modo a poder reter o referido suporte material têxtil (2) numa posição substancialmente fixa com relação ao referido objeto (A) .

A Figura 6 representa uma segunda forma de realização de uma disposição de monitorização (1) em que o suporte material têxtil (2) uma configuração geral pelo menos parcialmente fechada de modo a poder recolher pelo menos parcialmente o referido objeto (A) no seu interior por debaixo da referida parte de topo (21, 22) e numa

15

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) posição substancialmente fixa com relação ao referido suporte material têxtil (2) .

As Figuras 7 e 8 representam uma disposição de monitorização (1) correspondente à forma de realização representada na Figura 6, com uma configuração geral de tipo caixa, ou envelope, em posições de aberta e fechada, respetivamente .

Em particular, é preferido quando o referido suporte material têxtil (2) apresenta meios de ligação de suporte

(12) adaptados de modo a proporcionar ligação entre pelo menos duas das referidas partes de suporte material têxtil (2), como por exemplo da referida parte de topo

(21, 22) às restantes partes, ao longo de pelo menos parte de uma região de perímetro do referido suporte material têxtil (2), de modo que o referido suporte material têxtil (2) pode ser aberto, aplicado como envolvente de um elemento de suporte, e fechado, e vice- versa .

É ainda preferido quando o referido suporte material têxtil (2) é proporcionado com uma forma geral de modo a confinar o referido objeto (A) de suporte de indivíduos no seu interior, e por o referido dispositivo de controlo (7), fonte de energia (8) e todas as ligações condutoras de energia (4, 5, 6) entre a referida disposição têxtil de condução (3) e o referido dispositivo de controlo (7) serem proporcionadas no interior do confinamento proporcionado pelo referido suporte material têxtil (2), de modo que cada disposição de monitorização (1) não apresenta ligações por fios para o exterior, por exemplo a dispositivos externos.

Este tipo de configuração da disposição de monitorização (1) proporciona uma rápida aplicação sobre um objeto (A), como por exemplo um colchão, sem

16

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) necessidade de realizar uma instalação de componentes elétricos ou de conectar ligações elétricas entre estes.

De acordo com um outro aspeto inventivo (vide a Figuras 9 e 10) , a ligação condutora de energia entre a referida disposição têxtil condutora (3) e o referido dispositivo de controlo (7), compreende primeiros meios de ligação (4) adaptados para ligação condutora de uma primeira e uma segunda extremidade da referida disposição de têxteis condutores (3) , uma disposição de condução de energia (5) adaptada para ligação de referidos primeiros meios de ligação (4) a segundos meios de ligação (6) e segundos meios de ligação (6) adaptados para ligação condutora da referida disposição de condução de energia

(5) ao referido dispositivo de controlo (7), sendo que ambos os referidos primeiros e segundos meios de ligação

(4, 6) são proporcionados como peças compreendendo respectivas partes metálicas condutoras. Além disso, os referidos primeiros meios de ligação (4) são adaptados de modo que podem ser fixados aos referidos têxteis condutores (31, 32) por meio de ligação de tipo aperto.

É ainda preferido quando os referidos têxteis condutores (31, 32) são unidos a respetivos elementos condutores da referida disposição de condução de energia

(5), através de primeiros meios de ligação (4) proporcionados numa região dos referidos têxteis condutores (31, 32) junto aos referidos meios de fixação

(11), de um modo preferido respetivamente do lado de dentro com referência à extremidade da parte de topo do suporte material têxtil (2). Conforme ainda representado nas Figuras 9 e 10, os referidos primeiros meios de ligação (4) são de forma vantajosa proporcionados como ligações de tipo macho-fêmea, apresentando uma parte de ligação têxtil condutor (31) por meio de esmagamento, e

17

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) uma parte de ligação condutora. É preferido quando a remoção da referida ligação por esmagamento requer o uso de uma ferramenta. É preferido quando os referidos primeiros meios de ligação (4) resultam na parte de topo, junto a uma extremidade da mesma.

Além disso, é preferido quando a referida disposição de condução de energia (5) passa ao longo de pelo menos parte da extensão da referido suporte material têxtil e é retida ao longo de pelo menos parte da uma parte lateral extensão por uma pluralidade de elementos de retenção (14) associados ao referido suporte material têxtil (2) e configurados em forma de elo, ou similar, de modo a manter a pluralidade de fios condutores incluídos na referida disposição de condução de energia (5) em proximidade relativa entre si ao longo de pelo menos parte da respetiva extensão.

É ainda preferido quando a referida disposição de condução de energia (5) é retida ao longo de pelo menos parte da sua extensão por uma pluralidade de elementos de retenção (14) associados ao referido suporte material têxtil (2) e configurados em forma de elo, ou similar, de modo a manter a pluralidade de fios condutores incluídos na referida disposição de condução de energia (5) em proximidade relativa entre si ao longo de pelo menos parte da respetiva extensão.

É deste modo proporcionada de forma vantajosa uma ligação elétrica de construção simples, mas fiável, em particular resistente aos movimentos de um individuo sobre a referida parte de topo do suporte material têxtil (2) que apresenta a disposição têxtil de condução (3) .

No caso de uma segunda forma de realização preferida, a disposição de monitorização (1) apresenta um suporte material têxtil (2) que compreende um primeiro

18

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) elemento de suporte (21) apresentando uma disposição têxtil de condução (3) com primeiros têxteis condutores

(31) desenvolvendo-se segundo uma primeira direção, e um segundo elemento de suporte (22) apresentando uma disposição têxtil (3) com segundos têxteis condutores

(32) desenvolvendo-se segunda uma segunda direção ortogonal com relação à referida primeira direção.

É preferido quando, como representado na Figura 11, os referidos primeiro e segundo elementos de suporte (21, 22) são inicialmente produzidos separadamente, de um modo preferido através de um processo e máquina similar, e associados por meio de sobreposição de modo que resulta uma disposição em camadas e uma configuração de tipo matricial dos respetivos primeiros e segundos têxteis condutores (31, 32).

Como representado na Figura 12, estando disponível uma tensão elétrica nas extremidades dos primeiros e segundo têxteis condutores (31, 32), a aplicação de uma força com componente transversal à superfície da parte de topo do suporte material têxtil (2) resulta assim no estabelecimento de um contato elétrico nas zonas de interseção .

Como ainda representado, os têxteis condutores (31, 32) são neste caso retidos no suporte material têxtil (2) por meios de fixação (11) que se desenvolvem ao longo da respetiva extensão alongada. Além disso, os referidos primeiros meios de ligação (4) seriam neste caso proporcionados na proximidade da superfície de retenção - não representado - , como será prontamente entendido pelo especialista na técnica.

De acordo com uma forma de realização preferida, representada na Figura 13, a disposição de monitorização (1) apresenta ainda um elemento isolante elétrico (15)

19

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) disposto entre primeiro e segundo elementos de suporte (21, 22) do referido suporte material têxtil (2), sendo que o referido elemento isolante elétrico (15) apresenta uma forma similar à das partes de topo sobrepostas dos referidos primeiro e segundo elementos de suporte, é proporcionado material isolante elétrico, como por exemplo um material sintético, com uma estrutura de tipo espuma ou similar, e apresenta uma pluralidade de furos de atravessamento (151) proporcionados em locais correspondentes às regiões de interseção em sobreposição dos referidos primeiros e segundos têxteis condutores (31, 32), de modo que proporcionam um contato elétrico entre estes quando a referida disposição de monitorização (1) é submetida a uma carga segundo a direção da força de gravidade .

De acordo com um aspeto inventivo, representado nas Figuras 14 e 15, a disposição de monitorização (1) apresenta um elemento isolante elétrico (15) disposto entre primeiro e segundo elementos de suporte (21, 22) do referido suporte material têxtil (2), apresentando uma pluralidade de furos de atravessamento (151), sendo que cada um dos referidos furos de atravessamento (151) apresenta uma disposição de interruptor de pressão (16) que compreende um primeiro elemento (161) em material condutor elétrico, com uma estrutura de tipo espuma ou similar, apresentando uma espessura de até 5 mm, e um elemento de distanciamento (162), proporcionado num material não condutor elétrico, de um modo preferido com uma estrutura de tipo espuma, configurado por exemplo com forma de tipo anelar ou similar, apresentando uma altura de até 5 mm.

É ainda preferido quando a referida disposição de interruptor de pressão (16) uma segunda camada de espuma

20

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26) condutora (163), em material condutor elétrico, com uma estrutura de tipo espuma ou similar, apresentando uma espessura de até 5 mm.

A Figura 16 mostra um diagrama do conjunto da referida segunda forma de realização de acordo com a presente invenção.

No caso desta segunda forma de realização, o dispositivo de controlo (7) é adaptado de modo que aplica uma tensão elétrica a um primeiro fio têxtil (31) segundo uma primeira direção, e mede as tensões elétricas disponíveis nesse momento em cada um dos fios têxteis (2) segundo uma segunda direção, repetindo depois este ciclo sucessivamente para cada um dos demais primeiros fios têxteis (31) segundo uma primeira direção. Como decerto prontamente entendido pelo especialista na técnica, a aplicação de uma força sobre o suporte material têxtil (2) produzirá o contato entre o referido primeiro fio têxtil (31) e pelo menos um segundo fio têxtil (32), sendo que o referido dispositivo de controlo (7) é ainda adaptado de modo que pode referenciar a posição relativa dos primeiros e segundos fios têxteis (31, 32) em que em que é medida uma voltagem elétrica em resultado de contato entre estes.

Os dados medidos pelo dispositivo de controlo (7) podem ser registados e relacionados com outros dados medidos no tempo, de modo a estabelecer relações com tipos de eventos e padrões de comportamento.

S. João da Madeira, 7 de Junho de 2018

21

FOLHA DE SUBSTITUIÇÃO (REGRA 26)