Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
PACKAGING FOR CONSUMPTION OF READY-TO-EAT SNACK FOOD
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2020/097703
Kind Code:
A1
Abstract:
The invention relates to a packaging designed to contain a ready-to-eat food, preferably of the "snack" type. Said packaging comprises a container (C), the upper edge of which has a formation of two cut-outs in the form of teeth (D), both arranged on mutually opposite sides. The invention also includes a longilinear flexible strip (F) that is provided with a row of slits (A) arranged parallel to one another along the entire length thereof, said slits (A) being designed to engage on said teeth (D) such that the strip (F) is folded transversely in the middle and inserted inside the container (C), leaving the two ends thereof free and slightly above the upper edge of said container (C); and thus, when being packaged, the food (L) is placed on the strip (F); in this way, when the consumer wishes to eat the food (L), it suffices for said consumer to pull on the two ends of the strip (F) one at a time or simultaneously and to anchor the strip (F) and the food (L), utilizing the engagement of the slits (A) on said teeth (D). The operation is repeated whenever the consumer wishes to consume another portion of their food since, by raising one or both of the ends of said strip (F), they cause the food (L) to be pulled upward by the middle region of the strip (F).

Inventors:
LUIZ DA SILVA MANGANELLI ANDRÉ (BR)
Application Number:
BR2019/050425
Publication Date:
May 22, 2020
Filing Date:
October 01, 2019
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
LUIZ DA SILVA MANGANELLI ANDRE (BR)
International Classes:
B65D75/58; B65D3/02; B65D85/60
Foreign References:
US4585124A1986-04-29
JP2003221023A2003-08-05
US4940190A1990-07-10
GB2454090A2009-04-29
US4709811A1987-12-01
Attorney, Agent or Firm:
ANEL MARCAS E PATENTES LTDA (BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1) EMBALAGEM PARA CONSUMO DE ALIMENTO PRONTO DO TIPO LANCHE, compreende um contentor (C) constituído de lâmina delgada de estrutura medianamente rígida, apresentando formato predominantemente tubular achatado e verticalizado, cuja extremidade superior recebe uma tampa (T), sendo os dois elementos unidos entre si por meio de linhas de picotes, as quais definem a borda superior do contentor (C) e também a borda inferior da tampa (T), caracterizado pelo fato de que, na borda superior do contentor (C) são realizados - em lados opostos entre si - dois recortes na forma de dentes retangulares (D), os quais se projetam verticalmente para cima, e compreendendo também uma fita (F) delgada, longilínea e flexível, a qual é dotada de uma fileira de aberturas passantes na forma de fendas (A) retangulares, as quais são dispostas equidistantes e paralelamente entre si ao longo de todo o comprimento da fita (F), sendo que, a referida fita (F) é dobrada transversalmente na sua região média - em 180° - aproximando- se as suas duas extremidades, e então, a sua região média - ponto da dobra - é inserida no interior do contentor (C), até alcançar o seu fundo, mantendo-se as suas duas extremidades acima da borda superior do referido contentor (C), de modo que cada extremidade superior da referida fita (F) é ancorada a um respectivo dente (D) por meio de uma das fendas (A).

Description:
EMBALAGEM PARA CONSUMO DE ALIMENTO PRONTO

DO TIPO LANCHE

[001] Campo da Invenção

[002] A presente Invenção se refere a uma embalagem que é destinada a conter em seu interior um alimento pronto para consumo, preferencialmente do tipo“lanche”. E sendo que, a referida embalagem proporciona meios para permitir que o consumidor tenha acesso ao lanche, facilitando o seu manuseio, particularmente a sua extração do interior da embalagem enquanto consome o referido alimento.

[003] Estado da Técnica

[004] E de conhecimento geral que no seguimento de alimentos prontos para o consumo, particularmente os lanches, tal como sanduíches, churros, empanados entre outros, as embalagens têm grande importância, principalmente quanto a sua praticidade, já que devem conter em seu interior o alimento de forma segura e limpa, e ao mesmo tempo, devem proporcionar facilidade para o consumo do lanche. Sendo que, normalmente, o consumidor mantém o alimento na embalagem enquanto consome progressivamente o alimento, de modo que, o referido consumidor deve extrair o alimento gradualmente do interior da embalagem a cada mordida no alimento, expondo uma parte deste alimento para a próxima mordida. Normalmente, esta operação de extrair o alimento gradativamente do interior da embalagem é realizada de forma bastante rudimentar pelo consumidor, o qual deve inclinar ligeiramente a embalagem, fazendo com que o alimento deslize para fora suficientemente para expor o pedaço referente à próxima mordida; ou então, o consumidor deve usar suas mãos para segurar diretamente a extremidade superior do alimento e puxá- la para fora; ou deve ir rasgando a embalagem à medida que come o lanche. Nestes últimos casos, há o inconveniente da possibilidade de contaminação do alimento, além de“sujar” as mãos com o alimento; já no caso de inclinar-se a embalagem para expor o alimento, há o risco de que o alimento deslize demasiadamente, expondo um pedaço maior do que o desejado, e até mesmo podendo ocorrer de o alimento deslizar inteiramente do interior da embalagem, vindo a cair, o que pode inutilizar o alimento, entre outros inconvenientes.

[005] Objetivos da Invenção

[006] Com o objetivo de resolver estes inconvenientes foi que se desenvolveu a presente invenção, a qual propõe a realização de dois recortes na forma de dentes, ambos dispostos na borda superior da embalagem (quando já aberta), sendo os referidos dentes dispostos em lados opostos entre si; A invenção também inclui uma fita flexível longilínea, a qual é dotada de uma fileira de fendas dispostas paralelamente entre si ao longo de todo o seu comprimento, e sendo as referidas fendas com formato e tamanho apropriados pare encaixar naqueles recortes (dentes) da borda superior da embalagem. De modo que a fita é dobrada transversalmente ao meio e inserida no interior da embalagem, deixando suas duas extremidades livres e ligeiramente acima da borda superior da embalagem; e assim, ao ser embalado, o alimento é assentado sobre a fita, e em seguida é fechado e lacrado com a tampa. Deste modo, no momento em que o consumidor remove a tampa da embalagem, para que o alimento seja extraído da embalagem, basta que se puxe as duas extremidades da fita, de forma intercalada ou simultânea, e ancorem-se a fita e o lanche, utilizando-se do encaixe de suas fendas nos referidos dentes (recortes) encontrados na borda da embalagem. A operação é repetida sempre que o consumidor deseje consumir mais um pedaço do seu alimento, já que ao elevar uma ou as duas extremidades da referida fita, faz com que o alimento seja puxado para cima, pela região média da fita, que está posicionada junto ao fundo da embalagem, sustentando o alimento na sua extremidade inferior. O mecanismo citado impede que o lanche deslize novamente para dentro da embalagem, permitindo o consumo gradual e progressivo do mesmo. Caso o consumidor deseje, poderá retornar o lanche para dentro da embalagem; como por exemplo, se desejar guardar o lanche, voltando a encaixar no dente (recorte) alguma das fendas anteriormente utilizadas, ou mesmo introduzir novamente todo o lanche na embalagem, para seu armazenamento e/ou transporte.

[007] Descrição dos desenhos

[008] Para melhor compreensão da presente invenção é feita em seguida uma descrição detalhada da mesma, fazendo-se referências aos desenhos anexos, onde a:

[009] FIGURA 1 ilustra em perspectiva a embalagem fechada;

[010] FIGURA 2 ilustra em perspectiva a embalagem aberta, incluindo a sua tampa em disposição explodida;

[011] FIGURA 3 ilustra em elevação anterior a embalagem fechada;

[012] FIGURA 4 ilustra em elevação anterior a embalagem aberta, incluindo a sua tampa em disposição explodida;

[013] FIGURA 5 ilustra em elevação lateral a embalagem fechada;

[014] FIGURA 6 ilustra em elevação lateral a embalagem aberta, incluindo a sua tampa em disposição explodida;

[015] FIGURA 7 ilustra em perspectiva a embalagem aberta, incluindo a sua tampa em disposição explodida, e incluindo a representação da fita de elevação na sua posição de uso;

[016] FIGURA 8 ilustra em perspectiva com corte vertical central a embalagem aberta, incluindo a sua tampa em disposição explodida, e incluindo a representação da fita de elevação na sua posição de uso;

[017] FIGURA 9 ilustra em perspectiva com corte vertical central a embalagem aberta, incluindo a sua tampa em disposição explodida, e incluindo a representação da fita de elevação também em disposição explodida;

[018] FIGURA 10 ilustra a embalagem em corte vertical central, mostrando a posição do alimento sendo sustentado pela fita quando ainda não se deu início ao consumo do referido alimento; e a

[019] FIGURA 11 ilustra a embalagem em corte vertical central, mostrando a posição do alimento sendo sustentado pela fita num momento em que já se deu início ao consumo do referido alimento e, portanto, demonstrando o funcionamento da referida fita de elevação.

[020] Descrição Detalhada

[021] De acordo com estas ilustrações e em seus pormenores, a presente invenção: EMBALAGEM PARA CONSUMO DE ALIMENTO PRONTO DO TIPO LANCHE, compreende inicialmente um contentor (C) constituído de lâmina delgada e de estrutura medianamente rígida, que pode ser de papel, plástico entre outros materiais compatíveis; apresentando formato predominantemente tubular achatado e verticalizado - ou qualquer outra geometria necessária para conter um alimento do tipo lanche - cuja extremidade superior recebe uma tampa (T), sendo os dois elementos unidos entre si por meio de linhas de picotes, as quais definem a borda superior do contentor (C) e também a borda inferior da tampa (T). Por sua vez, na borda superior do contentor (C) são realizados - em lados opostos entre si - dois recortes na forma de dentes retangulares (D), os quais se projetam verticalmente para cima; formando assim duas reentrâncias equivalentes (R) na borda inferior da tampa (T).

[022] A invenção compreende também uma fita (F) delgada, longilínea e flexível, constituída de papel ou material plástico, a qual é dotada de uma fileira de aberturas passantes na forma de fendas (A) retangulares, as quais são dispostas equidistantes e paralelamente entre si ao longo de todo o comprimento da fita (F). Sendo que, a referida fita (F) é dobrada transversalmente na sua região média - em 180° - aproximando- se as suas duas extremidades, e então, a sua região média - ponto da dobra - é inserida no interior do contentor (C), até alcançar o seu fundo, mantendo-se as suas duas extremidades acima da borda superior do referido contentor (C).

[023] O funcionamento e utilização da presente EMBALAGEM PARA CONSUMO DE ALIMENTO PRONTO DO TIPO LANCHE é simples e prático. Sendo que, no momento da operação de embalagem do alimento (L), o mesmo é introduzido no interior do contentor (C), tendo- se o cuidado para que o alimento se assente sobre a região média da fita (F) - junto ao fundo do contentor (C) - Por sua vez, para o consumo do alimento (L), o consumidor deve retirar a tampa (T) rompendo a linha picotada que dá origem às bordas do contentor (C) e também da tampa (T). Nesta etapa, o consumidor deve segurar uma ou ambas das extremidades da fita (F) com suas mãos, e puxar a referida fita (F) ligeiramente, até que uma porção da extremidade superior do alimento (L) - o suficiente para que possa receber uma mordida - fique disponível acima da borda superior do contentor (C); e nesta condição, cada lado da fita (F) deve ser ancorado, simultaneamente ou de forma intercalada, no correspondente dente (D) por meio da fenda (A) mais próxima da graduação necessária à sustentação do alimento (L) naquela posição. E assim, a cada mordida no alimento (L), o consumidor deve elevar mais um pouco as extremidades superiores da fita (F), voltando a ancorá-las nos dentes (D) por meio das fendas (A), e isso sucessiva e repetidamente até que o alimento (L) seja inteiramente consumido. Este recurso garante que não seja necessário tocar no alimento (L) diretamente com as mãos, e nem se tenha que inclinar o contentor para que uma porção do alimento (L) se disponha no exterior do contentor (C), garantindo praticidade, higiene e segurança para o consumo de alimentos do tipo lanche.

[024] Logicamente, a presente EMBALAGEM PARA CONSUMO DE ALIMENTO PRONTO DO TIPO LANCHE, e seus elementos podem ser realizados com formas geométricas e proporções variadas. Podendo também ser diversos os materiais empregados na sua construção, desde que sejam mantidas as características particulares básicas que são essenciais à sua realização.