Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
SUPPORT ASSEMBLY WITH GRADUAL LOCKING AND UNLOCKING SYSTEM FOR PRESSURE-FASTENING GLASS PANES AND MIRRORS
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2017/190204
Kind Code:
A1
Abstract:
The invention relates to a support assembly for fastening glass panes and mirrors (VE) of various thicknesses, including large, pressure-locked pieces, with the rear face (FT) and front face (FD) strongly pressed together between the perpendicular frame (8) and the perpendicular stop (18) of the female part (1) and of the male part (10) of a support assembly. For that purpose, the female part (1) is fastened by screws to the mounting surface, receiving and supporting on its shelf (2) the edge of one of the faces of the mirror, the other face being supported by the male part (10) after it engages the female part (1). The glass pane or mirror (VE) is firmly locked on the mounting surface (S) by the engagement between the inner ridges (7) of the female part (1) with the flexible tab (17) on the male part. To improve the fastening, in particular of large-size glass panes and mirrors, the assembly has adhesive-coated, L-shaped parts (20). In order to unlock and remove the glass pane or mirror (VE), the tab (16) is pressed in the opposite direction to the insertion direction, disengaging the inner ridges (7).

More Like This:
Inventors:
ANTONIO RAMOS, Reinaldo (Rua Nicolau Archilla Rodrigues, 207 Jd São Paulo, 510 Sorocaba, 18051510, BR)
Application Number:
BR2016/050128
Publication Date:
November 09, 2017
Filing Date:
June 07, 2016
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
ANTONIO RAMOS, Reinaldo (Rua Nicolau Archilla Rodrigues, 207 Jd São Paulo, 510 Sorocaba, 18051510, BR)
International Classes:
A47G1/16; A47G29/02
Foreign References:
US4340199A1982-07-20
US5337988A1994-08-16
US20060186306A12006-08-24
US5295651A1994-03-22
US2696962A1954-12-14
Attorney, Agent or Firm:
LOTZE, Marcelo (Rua Jesuíno Arruda, 676 CJ 158 - Itaim Bibi, 082 São Paulo, 04532082, BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1 - "CONJUNTO DE SUPORTE", constituído por peça fêmea ( 1 ) caracterizada por gaveta frontal (2) dotada de rebaixos laterais externos, contínuos (3), seguidos de um par de trilhos (4) com chanfro (5), entremeando parede interna (6) dotada centralmente de um trecho incorporando aletas (7) dispostas em ângulo, voltadas para dentro, dita gaveta frontal (2) incorporada com um quadro perpendicular (8), vazado por furo oblongo (9), além de uma parte macho ( 10) com projeção frontal ( 1 1) e bordas frontais chanfradas ( 12), sendo dotada de guias laterai s superiores ( 13 ) e recebendo um recorte central ( 14) delimitado j unto a uma parede em recuo ( 15), a partir da qual estende - se contrária e horizontalmente uma lingiieta flexível ( 1 6) cuj a ponta ( 17) é chanfrada em ângulo, voltada para fora e posicionando -se acima da superfície da referida projeção frontal ( 1 1) e com sua ponta oposta em formato de alavanca ( 18) serrilhada, a partir da qual, estende-se ainda, um batente perpendicular ( 1 9), dito conjunto de suportes ( 1) e ( 10) completado por uma peça em "L" (20) dotada de parede (21 ) com furo oblongo (22) perpendicular a um apoio (23 ), tendo a referida parede (2 1) revestida por adesivo dupla face (24) em idêntico formato, vazado por furo oblongo (25) coincidente ao furo (22),

2 - "SIS TEMA GRADUAL DE TRAVAMENTO, PARA FIXAÇÃO, POR PREN SAGEM, DE VIDROS E ESPELHOS", onde, de acordo com o conjunto da reivindicação l , em uma superfície de instalação (S) para vidro/espelho (VE), em pelo menos, quatro pontos, ocorrer o encosto dos quadros perpendiculares (8) de cada uma das peças fêm eas ( 1 ) que, niveladas em ajuste por seus furos oblongos (9), caracterizadas por, após aparafusamento, exporem suas gavetas frontais (2) adicionalmente ao nivelamento dos apoios (23) das peças em "L" (20) (que têm a película de proteção da fita dupla face (24) retirada), seguindo-se, em cada uma das referidas partes fêmeas (1), o assentamento da borda (B) do vidro/espelho (VE) encostado com sua face traseira (FT) nos quadros (8) (e também nas paredes (21) adesivadas (24) das peças em "L" (20)), para a ultrapassagem da borda chanfrada (5) pela borda chanfrada (12) da projeção frontal (11) da parte macho (10), inserida e direcionada lateralmente entre rebaixos contínuos (3) e guias (13).

3 - "SISTEMA GRADUAL DE TRAVAMENTO, PARA FIXAÇÃO, POR PRENSAGEM, DE VIDROS E ESPELHOS", de acordo com reivindicação 2, caracterizado pelo curso da lingueta (16) favorecido pela ponta chanfrada (17) percorrendo as aletas (7) em ângulo, deformando-se flexivelmente até o encosto do batente perpendicular (19) da parte macho (10) na face dianteira (FD) da borda (B) do vidro/espelho (VE).

4 - "SISTEMA GRADUAL DE TRAVAMENTO, PARA FIXAÇÃO, POR PRENSAGEM, DE ESPELHOS", de acordo com reivindicações 2 e 3, caracterizado por, após o encosto do batente perpendicular (19) da parte macho (10) na face dianteira (FD) da borda (B) do vidro/espelho (E), seguir~se o retorno da lingueta flexível (16) à sua conformação original travando-se pela ponta chanfrada (17), entre as aletas internas (7) em ângulo da parte fêmea (1).

5 - "SISTEMA GRADUAL DE TRAVAMENTO, PARA FIXAÇÃO, POR PRENSAGEM, DE ESPELHOS", de acordo com reivindicações 1, 2, 3 e 4, caracterizado pela fixação do vidro/espelho (VE) de forma "prensada", pela sua face traseira (FT) encostada no quadro perpendicular (8) da parte fêmea (1) (além de encostada na parede (21) com adesivo (25) da peça em "L" (20)) e pela sua face dianteira (FD) encostada no batente perpendicular (19) da parte macho (10).

6 - "DES TRAVAMENTO", de acordo com reivindicações 2, 3, 4 e 5, caracterizado pelo aperto no sentido contrário, da alavanca (18) da lingueta (16), afastando a ponta chanfrada (17) das aletas (7), soltando e retirando-se a parte macho (10) para a posterior retirada do vidro/espelho (E).

Description:
"CONJUNTO DE SUPORTE COM SISTEMA GRADUAL DE TRAVAMENTO, PARA FIXAÇÃO, POR PRENSAGEM, DE

VIDROS E ESPELHOS, BEM COMO O DESTRA VAMENTO"

[001] Refere-se o presente relatório descritivo, a um. pedido de patente de invenção para um suporte composto por uma parte fêmea dotada de um quadro perpendicular a uma gaveta frontal com rebaixos externos laterais e trilhos combinados a aletas internas em ângulo, para receberem o engate rápido de uma parte macho, que, por sua vez, é dotada de um batente perpendicular a uma projeção frontal com guias laterais externas e uma lingueta flexível,

[002] Após fixada na superfície desejada (a partir de um furo de s eu quadro perpendicular), a parte fêm ea expõe sua gaveta frontal para receber o apoio e o encosto da face traseira de um vidro ou espelho e, em seguida receber o engate da projeção frontal da parte macho, pela qual será provocado o travamento entre lingueta flexível e aletas internas .

[003] O final do curso para o travamento entre lingueta flexível e aletas internas dá-se com o encosto do batente perpendicular da parte macho na face dianteira do vidro/espelho que, assim, é "prensado" com o quadro perpendicular da parte fêmea, sendo então , dessa forma, fixado firmemente j unto à parede . Para retirar o vidro/espelho, basta o u suário apertar a lingueta em senti do oposto, liberando o destravamento e retirando a parte macho.

[004] Tanto a parte fêmea quanto a parte m acho trabalham com um apoio em "L" completando o conjunto para reforçar a fixação, em caso de vidros e espelhos de grande peso .

[005] O conjunto possibilita, pelo ajuste gradual de "prensagem", a instalação de vidros ou espelhos com até l Omm de espessura.

ESTADO DA TÉCNICA

[006] Com o é de conhecimento, a fixação de vidros e espelhos de grande porte, tai s como espelhos de academia, vidros em forma de painéis, exigem si stemas robustos de aparafusamento.

[007] Nesse sentido pode ser citado, apenas a título exemplificativo, o documento de patente MU 7800316-4 denominado "DISPOSIÇÃO CONSTRUTIVA EM ELEMEN TO FIXADOR DE ESPELHOS, VIDROS DECORATI VOS, ETC", composto por um elemento de cabeça abaulada com cavidade cilíndri ca vazada, para a passagem de parafuso de fixação .

[008] O elemento acima assemelha-se a outro dispositivo também conhecido, denominado "botão francês", o qual possui o formato de um botão, com cabeça cilíndrica e estriada, trabalhando com um separador também roscado, de menor medida, além de parafuso e bucha. Após feito o furo na parede e introduzi da a bucha, próximo à borda do vidro/espelho, o separador roscado é posicionado e fixado com o rosqueamento do parafuso, pela bucha . Em seguida a borda do vidro/espelho é posicionada no separador que, por sua vez, recebe o rosqueamento do botão de cabeça cilíndrica. Com o rosqueamento, uma parte do diâm etro dessa cabeça cilíndrica assenta-se na superfície do vidro/espelho, pressionando-o, para a fixação a partir desse ponto junto à sua borda.

[009] Tal si stem a de pressão imposta diretamente a partir da superfície do vidro ou do espelho (apenas com o encosto de um botão junto à sua borda), pode não trazer segurança necessária devido à pouca área de interferência entre os elementos . De qualquer forma, esse tipo de fixação (botão francês) não possibilita instalação segura por exemplo de vidros com mais de 6mm de espessura tais como vidros utilizados como lousas (quadro negro), quadros indicativos e etc , que são produzidos com espessuras de 8 ou 10mm.

OBJETIVO DA PATENTE

[010] Para otimizar a instal ação desses espelhos foi desenvolvido o conjunto em questão cuj a construtividade e sistema de fixação, obj etivos desse presente pedido de patente, trarão grande eficiência no seu funcionamento, que é feito através da parte fêmea trabalhando com a parte macho, por meio de simples engate rápido .

[01 1 ] Explicado superficialmente passa o conjunto a ser melhor detalhado através dos desenhos anexos, pelos quais se vêem:

[012] Figura 1 - vista em perspectiva da parte fêmea, mostrada a partir de sua gaveta frontal com os rebaixos laterais externos , contínuos, bem como os trilhos entremeando sua parede interna, a qual incorpora aletas em ângulo. Como se observa, nessa parte fêmea a gaveta frontal é incorporada com um quadro perpendicular, vazado por furo oblongo;

[013 ] Figura 2 - vi sta em perspectiva superior da parte fêmea, mostrando o quadro perpendicular com o seu furo oblongo bem como a gaveta frontal com seus rebaixos laterais externos contínuos e os seus trilhos;

[014] Figura 3 - vista em perspectiva da parte macho, mostrada a partir de seu batente perpendicular à sua projeção frontal , com suas guias laterais externas e a lingueta flexível ;

[015] Figura 4 - vista em perspectiva da parte macho, mostrada a partir de sua lingueta flexível;

[016] Figura 5 - vista em perspectiva da peça em "L", de auxílio na fixação do vidro/espelho (especialmente em caso de vidros/espelhos de maior porte) . Tal peça, como se observa, po ssui sua parede perpendicular a uma base, dita parede vazada por furo oblongo e dotada de fita adesiva dupla fase ;

[017] Figura 6 - vi sta em perspectiva, mostrando o sentido de engate da parte macho contra a parte fêmea. Como se observa, a projeção frontal com lingueta flexível da parte macho encontra-se alinhada aos trilhos com aletas em ângulo da gaveta frontal da parte fêmea. As guias laterai s externas da parte macho também estão alinhadas aos rebaixos laterais externos, contínuos, da parte fêmea. Nessa vi sta é indicado o corte A-A;

[018] Figura 7 - vista em perspectiva de outro ângulo, segundo figura anterior;

[019] Figura 8 - vistas em perspectiva de uma superfície, na qual, pelo menos em quatro pontos, foram fixadas (aparafusadas) pelos rasgos oblongos de seus quadros perpendiculares, quatro unidades da parte fêmea, expondo, cada qual, sua gaveta frontal, mostradas pelas figuras 8 A e 8B ;

[020] Figura 9 - vista segundo figura anterior, mostrando que as peças em "L" auxiliares, de fixação, foram também aparafusadas na superfície de instalação do vidro/espelho, niveladas às partes fêmeas. Uma dessas peças em "L" pode ser vista ampliada, na figura 9A e, pela figura 9B, pode-se observar que a proteção da fita dupla face foi retirada, fazendo com a que a superfície externa da sua parede perpendicular adquira propriedades aderentes ;

[021 ] Figura 1 0 - vista segundo figura anterior, m ostrando um vidro ou espelho com suas bordas alinhadas às gavetas frontais das partes fêmeas e às peças em "L" adicionais ;

[022] Figura 1 1 - vista segundo figura anteri or mostrando que o vidro/espelho j á foi assentado, pelas suas bordas, às gavetas das partes fêmeas, com indicação do corte B ~B . Ao lado o corte mostra que, ao ser assentado pela sua borda o vidro/espelho encosta a face traseira na superfície adesivada das paredes perpendiculares das peças em "L" ;

[023 ] Figura 12 - corte A-A, da figura 6, mostrando que, simultaneamente ao encosto nas peças em "L" a borda do vidro/espelho foi apoiada so bre a gaveta frontal e teve a face traseira encostada no quadro da parte fêm ea. Nessa condição a projeção frontal da parte macho é alinhada à gaveta frontal da parte fêmea;

[024] Figura 13 - vista segundo corte A -A, mostrando o curso de introdução quando a ponta chanfrada para fora da lingueta flexível favorece o seu deslizar pelas aletas em ângulo para dentro . Como se observa, a lingueta deforma-se flexivelmente durante o curso de introdução;

[025] Figura 1 4 - vista segundo corte A-A, mostrando o final do curso de introdução;

[026] Figura 1 5 - vista segundo corte A-A, mostrando que o encosto do batente perpendicular da parte macho na face frontal do espelho coincide com o travamento da lingueta flexível, que retorna à sua conformação original e irá penetrar, por sua ponta chanfrada, entre as aletas em ângulo da parte fêmea. Nessa condição a ponta chanfrada da lingueta travou-se entre as aletas . Dessa forma, o espelho é prensado pela sua face traseira contra o quadro perpendicular da parte fêmea e pela sua face dianteira contra o batente perpendicular da parte macho;

[027] Figura 16 - vista corte A-A, m ostrando o destravamento, para a retirada da parte macho (apertando-se a lingueta em sentido oposto ao da introdução) e, consequentemente, possibilitando a retirada do espelho.

[028] Em conformidade com os desenhos anexos, o "CONJUNTO DE SUPORTE COM SISTEMA GRADUAL DE TRAVAMENTO, PARA FIXAÇÃO, POR PRENSAGEM, DE VIDROS E ESPELHOS, BEM COMO O DESTRAVAMENTO", objeto desse presente pedido de patente de invenção, constitui-se de um conjunto formado a partir de uma peça fêmea ( 1 ), conforme mostram figuras 1 e 2, composta por gaveta frontal (2) com rebaixos externos contínuos (3 ) em cada uma das laterais seguidos de um par de trilhos (4) com chanfro (5), entremeando uma parede interna (6) que, centralmente, possui um trecho onde são incorporadas uma série de aletas (7) dispostas em ângulo, voltadas para dentro. Como se observa, nessa parte fêmea (1) a gaveta frontal (2) é incorporada com um quadro perpendicular (8), vazado por furo oblongo (9).

[029] A parte fêmea (1) trabalha com uma parte macho (10), composta por uma projeção frontal (11), com bordas frontais chanfradas (12) e dotada de guias laterais superiores (13). Essa projeção frontal (11) recebe um recorte central (14) delimitado junto a uma parede em recuo (15), a partir da qual estende-se contrária e horizontalmente uma lingiieta flexível (16) cuja ponta (17) é chanfrada em ângulo, voltada porém para fora, posicionando-se acima da superfície da referida projeção frontal (11), tendo ainda o extremo oposto em fornia de alavanca (18) serrilhada. A partir da projeção frontal (11) a parte macho (10) estende um batente perpendicular (19), como mostram as figuras 3 e 4.

[030] O conjunto de suporte (1) e (10), é completado por uma peça em "L" (20), como mostra a figura 5, dotada de parede (21) com furo oblongo (22) perpendicular a um. apoio (23). A parede (21) da peça em "L" (20) recebe um adesivo dupla face (24) em formato correspondente, com furo oblongo (25).

[031] Assim composto, o conjunto será usado para a fixação de vidros e espelhos (VE) de grande porte preferencialmente, podendo, no entanto, fixar outros tipos de placas, se necessário, o que será feito por engate rápido entre as partes fêmea (1) e macho (10), como mostram as figuras 6 e 7.

[032] Como mostra a figura 8, em uma superfície de instalação (S), a mesma recebe, pelo menos em quatro pontos, o encosto dos quadros perpendiculares (8) de cada uma das peças fêmeas (1) que, por seus furos oblongos (9) podem ser deslocadas vertical e horizontalmente para perfeito nivelamento entre si, expondo suas respectivas gavetas frontais (2), como mostram as figuras 8 A e 8B. Adicionalmente, para maior reforço na fixação, as peças em "L" (20), também são encostadas por suas paredes perpendiculares (21) e aparafusadas por seus furos oblongos (22), também em. ajuste de altura, para nivelamento por seus apoios (23) às gavetas frontais (2) das peças fêmeas (1), como mostra a figura 9 e sua figura 9 A, tendo, em seguida, a película de proteção retirada para exporem as paredes perpendiculares (21) com camada aderente (24), como mostra a figura 9B.

[033] Por suas gavetas (2) as partes fêmeas (1) recebem então, juntamente com os apoios (23) das peças em "L" (20), como mostram as figuras 10 e 11, o assentamento da borda (B) do vidro/espelho (VE) que é também encostada com a face traseira (FT) nos quadros (8) das partes fêmeas (1) e nas paredes perpendiculares (21) com camada aderente (24) das peças em "L" (20), como mostra o corte A-A da figura 12 e o corte B-B da figura 11.

[034] Em seguida, como mostra a figura 13, cada uma dessas gavetas frontais (2) têm a borda chanfrada (5) de sua parede interna (6) ultrapassada pela borda chanfrada (12) da projeção frontal (11), iniciando o curso de introdução direcionado lateralmente entre rebaixes contínuos (3) e guias (13), sendo a lingueta flexível (16) favorecida pela sua ponta chanfrada (17) que percorre as aletas internas (7) em ângulo, como mostra a figura 14. A lingueta (16) deforma-se flexivelmente nesse percurso até o momento em que ocorre o encosto do batente perpendicular (19) da parte macho (10) na face dianteira (FD) da borda (B) do vidro/espelho (VE), seguido do travamento da lingueta flexível (16), que retorna à sua conformação original travando-se pela ponta chanfrada (17), entre as referidas aletas (7) em ângulo da parte fêmea (1), prensando assim o referido vidro/espelho (VE) e fixando-o junto à superfície (S), como mostra a figura 15. Através do curso percorrido pela parte macho ( 10) combinado ao sistema de travamento, forma gradual, o conjunto de suporte permite a instalação de vidros com quaisquer espessuras, por exemplo com 10mm e outras.

[035] Como se observa, o vidro/espelho (VE) é fixado de forma "prensada", pela sua face traseira (FT) contra o quadro perpendicular (8) da parte fêmea ( 1) e pela sua face dianteira (FD) contra o batente perpendicular ( 19) da parte macho ( 10).

[036] Como mostra a figura 16, para retirar o vidro/espelho (VE) basta o usuário pressionar o extremo ( 18) da lingueta flexível ( 1 6), empurrando-a no sentido oposto ao da introdução da parte macho ( 10), desfazendo o acoplamento entre a ponta chanfrada ( 1 7) e as aletas internas (7), podendo então retirar a referida parte macho ( 10) e, consequentemente, o vidro ou espelho (VE).