Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
SYSTEM AND METHOD FOR CHILLING AND MAINTAINING THE TEMPERATURE OF BEVERAGES
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2016/090437
Kind Code:
A1
Abstract:
The invention relates to a system for chilling and maintaining the temperature of beverages, comprising receptacles (2) for packaging and for maintaining the temperature of packaged beverages (3) provided with a double peripheral wall with a freezable solution inside, and re-entrant angles (11) with a format adapted to the beverage packaging; a refrigerator (1) with shelves (15) adapted to accommodate the receptacles (2), and supporting movable elements with a recess cavity (20) for the receptacles (2) with the beverages, the beverages being chilled in the refrigerator (1) inside the receptacles (2) for packaging and maintaining the temperature thereof, and they are accommodated inside the respective receptacles (2) after cooling, when these receptacles are fitted into the recess cavity (20) of the supporting movable elements, thereby being available for consumption.

Inventors:
GIRARDI, Levi (Rua Santo Antônio, 61 Chácaras do Rosário, Cajamar, São Paulo ., BR)
Application Number:
BR2014/050038
Publication Date:
June 16, 2016
Filing Date:
December 11, 2014
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
AMBEV S/A. (Rua Doutor Renato Paes de Barros, nº 1017 3º Andar, Itaim Bibi,,-00, São Paulo ., 04530, BR)
International Classes:
F25D3/08; F25D25/00; F25D31/00
Other References:
"Cubo Skol", 18 November 2014 (2014-11-18), XP054976013, Retrieved from the Internet [retrieved on 20150807]
Attorney, Agent or Firm:
DANNEMANN, SIEMSEN, BIGLER & IPANEMA MOREIRA (Caixa Postal 2142, Rua Marquês de Olinda 70,-04, Rio de Janeiro ., 22251, BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1 . Sistema de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas, caracterizado por compreender:

uma pluralidade de recipientes (2) para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas (3), os recipientes sendo dotados de uma parede dupla periférica compreendendo uma parede interna (9) e uma parede externa (8), ambas cercando a periferia lateral do recipiente, e contendo uma solução congelável (10) entre a parede externa (8) e a parede interna (9), a parede dupla periférica sendo dotada de uma pluralidade de reentrâncias (1 1 ) com formato adaptado para a acomodação de embalagens de bebidas;

pelo menos um refrigerador (1 ) dotado de um alojamento com ambiente refrigerado termicamente isolado e uma pluralidade de prateleiras (15) móveis para dentro e para fora do ambiente refrigerado, as prateleiras (15) sendo adaptadas para acomodar uma pluralidade de recipientes (2) para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas (3);

sendo que as bebidas envasadas (3) são resfriadas no refrigerador (1 ) dentro dos recipientes (2) para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas e juntamente com esses recipientes (2), e que as bebidas envasadas (3) ficam acomodadas dentro dos respectivos recipientes (2) para o acondicionamento e a conservação da temperatura após o resfriamento.

2. Sistema, de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado pelo fato de compreender ainda pelo menos um móvel de apoio (4, 5, 6, 7) para os recipientes (2) para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas (3) sobre o qual são apoiados os recipientes (2) com as respectivas bebidas envasadas (3) acomodadas no seu interior, tanto os recipientes (2) como as bebidas estando na condição resfriada.

3. Sistema, de acordo com a reivindicação 2, caracterizado pelo fato de que os móveis de apoio (4, 5, 6, 7) possuem uma superfície de apoio (19) dotada de uma cavidade de encaixe (20) para recipiente (2) para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas, a cavidade apresentando o mesmo formato de seção transversal do recipientes (2) para conservação da temperatura de bebidas envasadas (3), e

os recipientes (2) para acondicionamento e conservação da temperatura com as respectivas bebidas envasadas (3) acomodadas no seu interior são encaixados na cavidade de encaixe (20) dos móveis de apoio, quando tanto o recipiente (2) de acondicionamento e conservação da temperatura como as respectivas bebidas envasadas (3) estão na condição resfriada.

4. Sistema, de acordo com a reivindicação 3, caracterizado pelo fato de que o recipiente (2) possui uma alça (13) para carregamento acoplada a ele.

5. Sistema, de acordo com a reivindicação 4, caracterizado pelo fato de que a alça possui um abridor de garrafas (14) integrado.

6. Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 5, caracterizado pelo fato de que a solução congelável (10) compreende uma solução eutética de água e etilenoglicol em diluição entre 5% e 10%.

7. Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 6, caracterizado pelo fato de que a solução congelável (10) está contida em pelo menos um sachê contendo 10% de Glicol diluído para cada parte de água disposto ao redor da periferia do recipiente entre as paredes interna (9) e externa (8).

8. Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 7, caracterizado pelo fato de que a parede interna (9) e a parede externa (8) da parede dupla são unidas através de uma sonda de ultrassom.

9. Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 8, caracterizado pelo fato de que a parede dupla periférica é constituída por um gabinete externo formando a parede externa (8), e por um gabinete interno formando a parede interna (9), o gabinete interno ficando encaixado dentro do gabinete externo, formando uma folga periférica entre os dois gabinetes, e ambos os gabinetes tendo o mesmo perfil de seção transversal.

10. Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 9, caracterizado pelo fato de que as reentrâncias (1 1 ) na parede dupla são em forma de semicircunferência com raio semelhante ao das embalagens de bebida, e cada embalagem é acomodável em uma dessas reentrâncias (1 1 ) com con- tato próximo de pelo menos parte da superfície da embalagem com a parede interna (9) da parede dupla.

1 1 . Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 10, caracterizado pelo fato de que o refrigerador (1 ) compreender pelo menos uma porta (16) para abertura e fechamento do ambiente refrigerado.

12. Sistema, de acordo com qualquer uma das reivindicações 1 a 1 1 , caracterizado pelo fato de que as prateleiras (15) do refrigerador (1 ) são em forma de gavetas.

13. Sistema, de acordo com a reivindicação 12, caracterizado pelo fato de que as gavetas do refrigerador (1 ) são completamente isoladas termicamente quando estão na posição fechada, ficando completamente alojadas dentro do ambiente refrigerado do alojamento.

14. Sistema, de acordo qualquer com uma das reivindicações 1 a 13, caracterizado pelo fato de que as prateleiras (15) do refrigerador (1 ) compreendem aletas (18) para encaixe e guia dos recipientes para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas (3).

15. Sistema, de acordo com uma das reivindicações 1 a 14, caracterizado pelo fato de que o refrigerador (1 ) compreende um visor de exibição da temperatura do ambiente refrigerado.

16. Sistema, de acordo com uma das reivindicações 1 a 15, caracterizado pelo fato de que o refrigerador (1 ) compreende uma janela (17) de acesso visual ao ambiente refrigerado.

17. Sistema, de acordo com uma das reivindicações 1 a 16, caracterizado pelo fato de que o móvel de apoio (4, 5, 6, 7) possui uma estrutura de sustentação acoplada sob a referida superfície de apoio (19).

18. Sistema, de acordo com a reivindicação 17, caracterizado pelo fato de que o móvel de apoio é na forma de um totem (5, 6, 7), e a estrutura de sustentação se prolonga a partir da periferia da superfície de apoio (19) até o chão.

19. Sistema, de acordo com uma das reivindicações 2 a 17, caracterizado pelo fato de que o móvel de apoio é uma mesa (4).

20. Sistema, de acordo com uma das reivindicações 2 a 19, caracterizado pelo fato de que o móvel de apoio (4, 5, 6, 7) compreende cavidades de encaixe para copos (23).

21 . Sistema, de acordo com uma das reivindicações 2 a 20, caracterizado pelo fato de que o móvel de apoio (5) possui uma base basculante (22) oscilante de uma posição estável aproximadamente vertical, e uma posição instável horizontal, próxima ao chão.

22. Método de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas por meio de um sistema de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas como definido em qualquer uma das reivindicações 1 a 21 , caracterizado pelo fato de compreender as etapas de:

acomodar uma pluralidade de bebidas envasadas (3) em recipientes (2) para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas (3),

acomodar no refrigerador (1 ) os recipientes (2) para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas, com as bebidas envasadas (3) dispostas no interior dos respectivos recipientes (2),

resfriar no refrigerador (1 ) as bebidas envasadas (3) dentro dos recipientes

(2) para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas e juntamente com esses recipientes (2),

retirar do refrigerador (1 ) os recipientes (2) para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas juntamente com as bebidas envasadas (3) acomodadas no seu interior.

23. Método de acordo com a reivindicação 22, caracterizado pelo fato de compreender, após retirar os recipientes (2) com as bebidas do refrigerador (1 ), uma etapa de encaixar na cavidade de encaixe (20) de um móvel de apoio (4, 5, 6, 7) cada recipiente para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas juntamente com as bebidas envasadas

(3) acomodadas no seu interior.

24. Método de acordo com uma das reivindicações 22 ou 23, caracterizado pelo fato de que na etapa de resfriar os recipientes (2) e as bebidas envasa- das (3) no refrigerador (1 ), os recipientes e as bebidas são resfriados a uma temperatura entre - 2- e - 3,7Q C.

25. Método de acordo com uma das reivindicações 22 a 24, caracterizado pelo fato de que compreende, após retirar os recipientes (2) com as bebidas do refrigerador (1 ), uma etapa de conservar a temperatura da bebida envasada por um período maior ou igual a 1 hora e 20 minutos.

26. Método de acordo com uma das reivindicações 22 a 25, caracterizado pelo fato de que compreende, antes de acomodar as bebidas envasadas (3) dentro dos recipientes (2), uma etapa de resfriamento prévio dos referidos recipientes vazios.

27. Método de acordo com a reivindicação 26, caracterizado pelo fato de que a etapa de resfriamento prévio dos referidos recipientes (2) compreende resfriar os recipientes (2) até uma temperatura de congelamento da solução congelável no interior dos recipientes.

28. Recipiente para conservar a temperatura de bebidas envasadas (2) caracterizado pelo fato de compreender

- uma parede dupla periférica compreendendo uma parede interna (9) e uma parede externa (8), a parede dupla periférica contendo uma solução congelável (1 0) em seu interior, a referida parede dupla cercando a periferia lateral e o fundo do recipiente,

- a parede dupla periférica sendo dotada de uma pluralidade de reentrâncias (1 1 ) para a acomodação de embalagens de bebidas (3).

29. Recipiente, de acordo com a reivindicação 28, caracterizado pelo fato de que possui uma alça (1 3).

30. Recipiente, de acordo com a reivindicação 29, caracterizado pelo fato de que a alça (1 3) é produzida em elastômero vulcanizado flexível.

31 . Recipiente, de acordo com a reivindicação 28 ou 29, caracterizado pelo fato de que a alça (1 3) possui um abridor de garrafas (14) acoplado.

32. Recipiente, de acordo com a reivindicação 31 , caracterizado pelo fato de que o abridor de garrafas (14) é moldado na superfície da alça.

33. Recipiente, de acordo com uma das reivindicações 31 ou 32, caracterizado pelo fato de que o abridor de garrafas (14) possui formato de "X".

34. Recipiente, de acordo com qualquer uma das reivindicações 28 a 33, caracterizado pelo fato de que dita solução congelável (10) compreende uma solução eutética de água e etilenoglicol.

35. Recipiente, de acordo com a reivindicação 34, caracterizado pelo fato de que a solução eutética (10) de água e etilenoglicol está em diluição entre 5% e 10%.

36. Recipiente, de acordo com qualquer uma das reivindicações 28 a 35, caracterizado pelo fato de que a solução congelável (10) está acondicionada em pelo menos uma bolsa de filme flexível polimérico bi-camada.

37. Recipiente, de acordo com a reivindicação 36, caracterizado pelo fato de que a bolsa de filme flexível polimérico bi-camada é constituída de Polietileno de Alta Densidade - PEAD.

38. Recipiente, de acordo com qualquer uma das reivindicações 28 a 37, caracterizado pelo fato de que possui meios de acoplamento com um elemento para suporte do recipiente.

39. Recipiente, de acordo com qualquer uma das reivindicações 28 a 38, caracterizado pelo fato de que suas paredes (8, 9) são constituídas de pelo menos um dentre resina Polipropileno-PP RandomHeterofásico e Polipropli- lenoRandom Prisma, Poliéster Policarbonato e Estireno Acrilonitrilo-SAN.

40. Recipiente, de acordo com qualquer uma das reivindicações 28 a 39, caracterizado pelo fato de que a parede interna (9) e a parede externa (8) da parede dupla são unidas através de uma sonda ultrassom.

41 . Recipiente, de acordo com qualquer uma das reivindicações 28 a 40, caracterizado pelo fato de que a parede externa (9) possui pelo menos uma impressão em tinta térmica indicativa da temperatura do conteúdo do recipiente (2).

Description:
Relatório Descritivo da Patente de Invenção para "SISTEMA E A UM MÉTODO DE REFRIGERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DA TEMPERATURA DE BEBIDAS".

A presente invenção se refere a um sistema e a um método de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas armazenadas em latas, garrafas, ou em qualquer ou em qualquer outro recipiente de forma mais eficiente, permitindo um consumo das bebidas na temperatura adequada por um período de tempo mais longo e eliminando o uso de gelo.

Descrição do estado da técnica

Como é de conhecimento geral e conforme já constatado em pesquisa com consumidores, a temperatura de consumo de bebidas e, em particular, de cerveja interfere no seu paladar e é um fator decisivo para a sua venda em estabelecimentos comerciais. A cerveja não pode ser resfriada a ponto de ser congelada, mas deve ser servida bem gelada.

Principalmente em países de clima tropical, é comum o hábito de se consumir bebidas geladas em dias quentes, contudo o ambiente externo quente faz com que a bebida esquente rapidamente, prejudicando seu consumo. Por este motivo, buscam-se sempre meios de conservar a temperatura das bebidas durante um período de tempo longo, após retirá-las do refrigerador. O ideal para bebidas como a cerveja é que ela seja mantida a uma temperatura adequada ao consumo durante cerca de 1 h20min a 1 h30min. O acondicionamento de garrafas de bebida em baldes com gelo, por exemplo, é amplamente realizado por aqueles que desejam manter as bebidas geladas por mais tempo. Além disso, ao se servir bebidas em baldes, os estabelecimentos comerciais colocam à disposição do consumidor uma quantidade maior de bebidas, o que acaba estimulando um maior consumo.

Esta solução, no entanto, apresenta diversas desvantagens. Quando utilizados em larga escala, como em bares e restaurantes, baldes com gelo representam um custo elevado para o comerciante, que precisa repor o gelo com frequência. Além disso, os sacos de gelo demandam um amplo espaço de armazenamento e, quando derretem, molham o estabelecimento. Outra desvantagem observada nesta solução é o fato de que um balde comporta poucas garrafas, e as garrafas não se encaixam perfeitamente no mesmo, devido à presença dos cubos de gelo e à própria geometria interna cónica do balde, ao passo que a garrafa possui formato cilíndrico. Isso pode fazer com que as garrafas caiam ou derramem o líquido de seu interior. Além disso, o gelo derretido contido no interior do balde de gelo pode vir a molhar o local no qual a garrafa está posicionada, e a própria mesa do consumidor, criando um ambiente desagradável.

Adicionalmente à solução acima descrita, também se pode observar no mercado a utilização de recipientes fabricados em isopor que acondicionam garrafas individualmente. Por ser um isolante térmico, o isopor retarda a troca de calor entre o ambiente e as garrafas de bebida. No entanto, este material muitas vezes não possui a eficiência requerida pelo consumidor, de modo que as bebidas esquentam rapidamente quando permanecem por um longo período em temperatura ambiente. Além disso, alguns dos recipientes de isopor normalmente utilizados como cervejelas comportam apenas uma garrafa por vez, o que os torna pouco eficientes. E os isopores de maiores dimensões que acomodam grande número de garrafas também são preenchidos com gelo, trazendo os mesmos inconvenientes apontados anteriormente.

Existem também no estado da técnica alguns recipientes que apresentam uma camada de solução congelável em seu interior. No entanto, este princípio é utilizado apenas para itens de pequeno porte, como copos ou pequenos recipientes, não sendo adequados para uso em locais com grande demanda de bebidas, como bares e restaurantes, e não possuindo formato adequado para o encaixe em garrafas de bebida.

Até o momento não foi encontrada uma solução que elimine os inconvenientes de alto custo, capacidade relativamente baixa e formação de água no ambiente decorrentes do uso de baldes com gelo para servir bebida, mas que ao mesmo tempo permita a conservação da temperatura das embalagens de bebida por tempo prolongado quando são mantidas à disposição do consumidor fora do refrigerador, para estimular o maior consumo. Objetivos da invenção

A presente invenção tem como principal objetivo prover um sistema e um método capazes de manter a temperatura de bebidas ideal para o consumo por tempo prolongado dentro de suas embalagens quando estas se encontram fora do refrigerador e à disposição do consumidor.

A presente invenção também tem o objetivo de facilitar o carregamento de diversas embalagens de bebida simultaneamente do refrigerador para o consumidor, e de permitir que uma maior quantidade de bebida seja mantida à disposição do consumidor na temperatura ideal para o consumo por um maior período de tempo, eliminando o uso de gelo.

Sumário da Invenção

Breve Descrição das Figuras

A presente invenção será, a seguir, mais detalhadamente descrita com base em um exemplo de execução representado nas figuras. As figuras mostram: As Figuras 1 A e 1 B mostram uma concretização do refrigerador com recipientes para acondicionamento de bebidas do sistema de acordo com a invenção com a porta aberta e com a porta fechada respectivamente;

A Figura 2 mostra uma concretização apenas do refrigerador do sistema de acordo com a invenção com a porta aberta;

A Figura 3 mostra uma concretização do recipiente para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas do sistema de acordo com a invenção, com quatro garrafas de acondicionadas dentro dele;

A Figura 4 mostra uma concretização do recipiente para acondicionamento de bebidas na configuração vazia;

A Figura 5 mostra uma vista em seção transversal do recipiente para acondicionamento de bebidas da figura 3;

A Figura 6 mostra uma superior do recipiente para acondicionamento de bebidas da figura 3;

A Figura 7A mostra uma modalidade de um móvel de apoio em forma de mesa do sistema de acordo com a invenção;

A Figura 7B mostra o móvel de apoio da Figua 7A, com um recipiente para acondicionamento de bebidas apoiado sobre ele; A Figura 8 mostra uma segunda modalidade do móvel de apoio em forma de totem do sistema de acordo com a invenção;

A Figura 9 mostra uma terceira modalidade do móvel de apoio em forma de totem do sistema de acordo com a invenção;

A Figura 10 mostra uma quarta modalidade do móvel de apoio em forma de totem do sistema de acordo com a invenção, com um recipiente para acondicionamento de bebidas e copos para consumo de bebida apoiados sobre ele;

Descrição Detalhada da Invenção

O sistema e o método de refrigeração e manutenção da temperatura de bebidas da presente invenção são destinados a refrigerar e manter a temperatura de bebidas alcoólicas e não alcoólicas em uma temperatura desejada adequada ao consumo por um maior período de tempo, evitando ainda que o ato de servir a bebida interfira na conservação da sua temperatura. Apenas a título de exemplo, a modalidade da invenção aqui descrita e ilustrada nas figuras é adaptada a cervejas em garrafas de vidro de 600ml. Porém o sistema e o método de refrigeração e manutenção da temperatura de bebidas não estão limitados a essa aplicação e podem ser usados para refrigerar uma variedade de bebidas em diferentes tipos de recipientes, tais como latas de alumínio, garrafas de vidro, garrafas plásticas, entre outros.

O sistema de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas compreende essencialmente uma pluralidade de recipientes 2 para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas conforme ilustrados nas figuras 3 a 6, pelo menos um refrigerador 1 mostrado nas figuras 1 A, 1 B e 2, onde os recipientes 2 e as bebidas envasadas 3 são resfriados juntos, e móveis de apoio 4, 5, 6, 7 para os recipientes 2 para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas, conforme ilustrados nas figuras 7 a 10, onde os recipientes 2 resfriados juntamente com as bebidas envasadas 3 são apoiados para que a bebida seja consumida.

O recipiente para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas 2 de acordo com a invenção é semelhante a um balde capaz de conservar a temperatura das bebidas no seu interior por mais tempo. O recipiente possui uma parede dupla periférica compreendendo uma parede interna 9 e uma parede externa 8. A parede dupla periférica 8, 9 contém uma solução congelável 10 em seu interior. Essa parede dupla 8, 9 cerca a periferia lateral e o fundo do recipiente, e é dotada de diversas reentrâncias 1 1 na sua superfície interna para a acomodação de embalagens de bebidas, que podem ser mais claramente identificadas na figura 6. Essas reentrâncias 1 1 são adaptadas ao formato da embalagem de bebida 3, de modo a permitir realizar um contato próximo entre uma grande extensão da superfície das embalagens de bebida 3 e a superfície interna 9 da parede do recipiente, para garantir a conservação da temperatura da bebida. Não há limitação quanto à quantidade de reentrâncias 1 1 para garrafas ou embalagens de bebida que o recipiente pode apresentar, porém é importante que cada garrafa seja acomodada dentro de uma respectiva reentrância dentro do recipiente.

Na modalidade da invenção mostrada nas figuras 3 a 6, como o recipiente é adaptado para receber garrafas de cerveja de 600 ml, as paredes 8, 9 possuem segmentos em forma de semi-circunferência com raio semelhante ao dessas garrafas, formando reentrâncias 1 1 com formato e dimensões compatíveis com o formato de garrafas, de modo que cada garrafa fique disposta acomodada em uma dessas reentrâncias. Além de proporcionar uma maior superfície de contato entre as garrafas e as paredes do recipiente 8, 9 a baixas temperaturas, este formato também permite uma melhor acomodação das garrafas de bebidas no recipiente 2, evitando que as mesmas caiam ou derramem a bebida contida dentro delas quando são carregadas para o consumidor ou mantidas à disposição para consumo. A eliminação de gelo no interior do recipiente reduz o seu peso morto e permite o melhor aproveitamento do seu espaço interno, de modo que um maior número de garrafas podem ser acomodadas no seu interior. O recipiente pode compreender, na superfície interna do seu fundo 12, um ressalto dotado de reentrâncias também compatíveis com o formato de garrafas ou latas de bebida (não ilustrado), auxiliando no apoio das mesmas. Quando o recipiente é colocado dentro de um refrigerador 1 , esta solução congelável atinge temperaturas bastante baixas, por exemplo, -7- e -8 Q graus, congela e permanece congelada por um tempo relativamente longo, de aproximadamente 2 horas, mesmo com o recipiente exposto à temperatura ambiente. Esse período pode ser ainda mais longo, até cerca de 4 horas, caso a temperatura ambiente seja mais baixa. Desse modo, a solução congelável 10 permite que a bebida (por exemplo, cerveja) alcance a temperatura ideal ao consumo e se mantenha nessa temperatura sem congelar.

Desta forma, mesmo sem o uso de gelo para a conservação da temperatura de bebidas, o recipiente 2 de acordo com a invenção retarda a troca de calor entre as embalagens de bebida 3 e o meio ambiente. Este retardo se deve tanto à camada de solução congelável 10, quanto à disposição dessa camada no interior das paredes duplas 8, 9 do recipiente 2, que também contribui para uma melhor conservação da temperatura da solução, pois proporciona um ambiente isolado entre as duas paredes.

As garrafas de bebida 3 podem ser acondicionadas dentro do recipiente 2 antes da solução estar congelada, de modo que o usuário pode colocar o conjunto composto pelo recipiente 2 e pelas garrafas 3 dentro do refrigerador 1 de uma só vez. Alternativamente, o usuário pode acondicionar garrafas 3 de bebida gelada no interior do recipiente 2 após o congelamento da solução 10 presente em suas paredes 8, 9.

A parede dupla 8, 9 pode ser produzida em termoplástico. A solução congelável 10 pode ser disposta diretamente dentro da parede dupla 8, 9, ou ainda acondicionada em uma pluralidade de sachês (não ilustrados) dispostos distribuídos entre as paredes duplas. Preferivelmente, a solução congelável 10 é uma solução eutética capaz de permanecer congelada por um período de tempo prolongado, quando comparada ao gelo. Esta solução pode ser qualquer solução capaz de produzir esse efeito técnico, como, por exemplo, água com etilenoglicol, em diluição entre 5 a 10%, ou em qualquer outra diluição viável.

Em uma modalidade preferida da invenção mostrada nas figuras 5 e 6, o recipiente 2 é constituído por um gabinete externo formando a parede exter- na 8 e um gabinete interno formando a parede interna 9, ambos com o mesmo perfil, sendo que o gabinete interno é formado com dimensões ligeiramente menores do que o gabinete externo. Assim, o gabinete interno fica encaixado dentro do gabinete externo, com uma folga periférica entre os dois, formando a parede dupla. A solução congelável 10 é disposta nessa folga entre os gabinetes.

Nessa modalidade da invenção, são utilizados 8 sachês contendo 10% de Glicol diluídos para cada parte de água. Cada sachê contém aproximadamente 65ml de conteúdo. Em uma modalidade preferida da invenção, esses sachês são constituídos em uma bolsa única na forma de uma luva, dotada de 8 compartimentos separados, cada um deles correspondendo a um sachê. Essa luva é disposta na folga periférica entre os dois gabinetes, ficando acomodada de forma justa entre eles. Assim, ao redor de cada reentrância correspondente a uma garrafa ficam acomodados dois sachês.

Alternativamente, os sachês podem ser constituídos individualmente, e alo- cados dentro da referida folga periférica entre as paredes duplas 8, 9. Podem ser usados, por exemplo, 4 ou 8 sachês distribuídos uniformemente no interior da parede dupla em um recipiente que acomoda 4 embalagens de bebida 3. Os sachês são constituídos de filme polimérico contendo a solução eutética acima descrita. Em uma modalidade da invenção, os sachês consistem em bolsas de filme flexível bi-camada, construídas em Polietileno de Alta Densidade-PEAD, que atuam como embalagens primárias para a solução eutética.

As paredes 8, 9 ou os gabinetes que constituem as paredes podem ser produzidos em quaisquer materiais e por quaisquer processos tecnicamente viáveis, preferivelmente por polímeros através de processo de injeção. Em uma concretização, estas paredes são rígidas e produzidas em resina Poli- propileno-PP RandomHeterofásico e PoliproplilenoRandom Prisma. Opcionalmente, também podem ser fabricadas em Poliéster Policarbonato ou Esti- reno Acrilonitrilo-SAN. O espaço entre as paredes 8, 9 onde ficam acondicionados os sachês pode ser vedado, para impedir entrada de ar e retardar seu aquecimento. Preferivelmente, a parede interna 9 e a parede externa 8 que constituem essa parede dupla são unidas entre si, de modo a melhorar a vedação térmica e física da folga periférica formada entre elas. A união entre as duas paredes pode ser feita, por exemplo, por meio de uma sonda de ultrassom.

A solução congelável 10 contida no recipiente permanece congelada por um longo período de tempo, dependendo das condições do ambiente no qual o recipiente se encontra. Em média, a solução permanece congelada por um período de duas horas. Desta forma, o consumidor poderá ter em sua mesa diversas garrafas de bebida 3 a aproximadamente 0 < €- durante pelo menos duas horas. Entende-se temperatura "ambiente" genericamente como um meio com temperatura de aproximadamente 25 < €-, sob a sombra.

Na modalidade preferida da invenção mostrada nas figuras 4 a 6, o recipiente 2 para acondicionamento e conservação de temperatura de bebidas possui uma alça 13 fixável às partes rígidas de seu corpo. Esta alça 13 é, preferivelmente, flexível e comporta um abridor de garrafas 14 incorporado ou acoplado, facilitando a abertura das garrafas 3 pelo próprio usuário, sem que este precise da ajuda do garçom. O abridor 14 pode ser moldado na superfície da alça 13. As alças do recipiente podem ser produzidas em elastômero vulcanizado flexível, borracha ou ainda podem ser constituídas de material rígido, e podem possuir fixação mecânica rígida às paredes do corpo do recipiente.

Na modalidade da invenção mostrada na figura 5, a alça 13 é constituída na forma de uma faixa sem fim, podendo ser de material rígido ou flexível, que é encaixada em torno da parede externa do recipiente de forma transpas- sante, o que facilita a montagem do mesmo.

O refrigerador 1 utilizado no sistema de acordo com a presente invenção é ilustrado nas figuras 1 A, 1 B e 2. Esse refrigerador possui um alojamento dentro do qual é formado um ambiente termicamente isolado refrigerado por meio de um circuito de refrigeração. Dentro do ambiente refrigerado são dispostas diversas prateleiras 15, que podem ser movidas para dentro e para fora do ambiente refrigerado de forma deslizante. Essas prateleiras 15 são adaptadas para acomodar diversos recipientes 2 para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas. As prateleiras devem ser ainda projetadas para suportar o peso dos recipientes 2 com as respectivas embalagens de bebida 3 acomodadas no interior dos mesmos. O circuito de refrigeração também deve ser projetado para ser capaz de resfriar e gelar as embalagens de bebida e os recipientes para acondicionamento e conservação de temperatura simultaneamente.

Na modalidade da invenção mostrada nas figuras 1 A, 1 B e 2, o refrigerador possui uma porta 16 para abertura e fechamento do ambiente refrigerado, realizando o isolamento térmico desse ambiente. Nessa porta 16, é formada uma janela 17 constituída de material transparente, que proporciona acesso visual ao interior do ambiente refrigerado. Além disso, um visor (não ilustrado) é provido no alojamento do refrigerador, para exibição da temperatura do ambiente refrigerado.

Em uma modalidade alternativa da invenção não ilustrada nas figuras, as prateleiras do refrigerador são constituídas em forma de gavetas. Quando estão na posição fechada, cada uma dessas gavetas fica completamente alojada dentro do ambiente refrigerado do alojamento do refrigerador, de modo que o espaço interno de cada uma dessas gavetas é completamente isolado termicamente. Nessa modalidade da invenção, o refrigerador não precisa ser dotado de uma porta.

Em ambas as modalidades da invenção, as prateleiras do refrigerador compreendem aletas para encaixe e guia 18 dos recipientes para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas ilustradas na figura 2. Essas aletas de encaixe e guia 18 permitem que os recipientes 2 sejam armazenados dentro do refrigerador 1 de forma que a maior quantidade possível de recipientes possa caber ao mesmo tempo no ambiente refrigerado, e para facilitar o deslocamento desses recipientes dentro do refrigerador.

Algumas diferentes modalidades dos móveis de apoio para os recipientes para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas são mostradas nas figuras 7 a 10. No sistema de acordo com a presente invenção, podem ser usados diversos móveis de apoio de modelos diferen- tes ao mesmo tempo, e em quantidade necessária para atender a demanda de consumo de bebida no local onde esse sistema é implantado.

Cada móvel possui uma superfície de apoio 19 sobre a qual é formada uma cavidade de encaixe 20 para o recipiente de apoio 2, como pode ser melhor visto na figura 7A. Essa cavidade apresenta o mesmo formato que a seção transversal do recipiente para acondicionamento e conservação da temperatura de bebidas envasadas, de modo que a parte inferior esse recipiente fique encaixado de forma segura dentro da cavidade, conforme mostrado nas figuras 7B, 9 e 10. Nas modalidades da invenção mostradas nessas figuras, essa cavidade apresenta a forma de quatro segmentos de circunferência, semelhante a um trevo de quatro folhas. Isso permite que o recipiente 2 fique acomodado de forma estável sobre o móvel de apoio 4, 5, 6, 7, reduzindo a possibilidade de que as embalagens de bebida 3 sejam derrubadas, e também diminuindo a necessidade de contato físico entre os consumidores de bebida e o recipiente 2, evitando transferência de calor para o recipiente. Os recipientes para acondicionamento e conservação da temperatura 2 são encaixados nos respectivos móveis de apoio 4, 5, 6, 7 com as respectivas bebidas envasadas 3 acomodadas no seu interior, quando tanto o recipiente 2 como as respectivas as bebidas envasadas 3 estão na condição resfriada. Dessa forma, as bebidas são disponibilizadas para consumo de forma confortável e segura, ao mesmo tempo em que são mantidas na temperatura ideal para consumo por um longo período. Os recipientes 3 são preferivelmente transportados entre o refrigerador 1 e os móveis de apoio 4, 5, 6, 7 através das respectivas alças 13 do recipiente. Desse modo, o sistema de acordo com a presente invenção permite que a bebida seja resfriada para a temperatura desejada, seja transportada para o consumidor e seja mantida à disposição para consumo sem que haja qualquer tipo de contato físico do consumidor e/ou dos responsáveis por gelar e servir as bebidas com o recipiente 2 e as embalagens de bebida 3.

Os móveis de apoio 4, 5, 6, 7 possuem uma estrutura de sustentação acoplada sob a superfície de apoio do recipiente, de forma que as bebidas fi- quem dispostas na altura adequada e confortável para o consumidor quando ele estiver em pé ou sentado.

Na modalidade da invenção mostrada nas figuras 7 A e 7B, o móvel de apoio 4 é em forma de uma mesa. Esse tipo de móvel de apoio é mais usualmente empregado em locais onde os consumidores permanecem sentados durante o consumo da bebida. Preferivelmente, essa mesa 4 é constituída por duas peças separadas, sendo uma peça correspondente ao tampo da mesa onde é formada a cavidade para encaixe do recipiente 20, e outra peça correspondente ao pé da mesa que consiste na estrutura de sustentação do tampo da mesa. As duas peças preferivelmente são constituídas de plástico moldado e podem ser encaixadas e desencaixadas entre si.

Nas modalidades da invenção mostradas nas figuras 8 a 10, o móvel de apoio é constituído na forma de um totem 5, 6, 7. Nesse caso, a superfície de apoio 19 do recipiente 2 corresponde à face superior do totem, onde é formada a cavidade 20 para encaixe do recipiente. A estrutura de sustentação se prolonga a partir da periferia da superfície de apoio até o chão, formando uma peça única com a superfície de apoio. O interior do totem é oco. Essa configuração do móvel de apoio como totem é mais usualmente empregada em locais onde os consumidores permanecem em pé durante o consumo da bebida, de modo que a altura do tampo desse totem 5, 6, 7 é ajustada para essa posição mais elevada.

O totem 5, 6, 7 também pode ser constituído em plástico moldado. Nas faces laterais do totem 6 mostrado na figura 9 são formadas pegas, preferivelmente na forma de orifícios 21 , para carregamento do totem.

Na modalidade da invenção mostrada na figura 8, uma base basculante 22 é acoplada na região do orifício 21 na face lateral, o qual se estende até a porção inferior do totem 5. A base 22 oscila de uma posição estável aproximadamente vertical, alinhada com a parede vertical do totem, e uma posição instável horizontal, próxima ao chão. A base 22 se mantém na posição horizontal somente quando um peso é aplicado sobre ela. Essa base 22 é, portanto, utilizada para apoio de pertences pessoais dos consumidores, tais como bolsas e mochilas. Desse modo, os pertences pessoais dos consumi- dores ficam armazenados de forma segura, no interior oco do totem 5, o que dificulta o acesso por terceiros não autorizados e o furto desses pertences, problema esse muito usual em locais de grande circulação de público. Ao mesmo tempo, o contato dos pertences pessoais com o chão é evitado. Em qualquer uma das modalidades do móvel de apoio 4, 5, 6, 7, podem ser também formadas cavidades de acoplamento para copos 23 sobre a mesma superfície de apoio do recipiente para acondicionamento e conservação de temperatura de bebidas, conforme ilustrado na figura 10. Essa característica também contribui para evitar que as bebidas sejam derrubadas no ambiente de consumo, melhorando o aspecto de limpeza do local onde o sistema de acordo com a invenção é instalado.

A presente invenção também se refere a um método de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas, o qual é realizado com auxílio do sistema de refrigeração e conservação da temperatura de bebidas aqui descrito. De acordo com esse método, inicialmente as bebidas envasadas 3 nas suas respectivas embalagens são acomodadas dentro dos recipientes 2 para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas do tipo aqui descrito.

As bebidas 3 estão, normalmente, à temperatura ambiente. Os recipientes 2 para o acondicionamento e a conservação da temperatura das bebidas podem estar à temperatura ambiente também, ou podem ser sido submetidos a uma etapa prévia de resfriamento dentro do próprio refrigerador 1 do sistema de acordo com a invenção. Normalmente, o resfriamento prévio dos recipientes é realizado a uma temperatura capaz de congelar a solução eutética (congelável) presente dentro dele, por exemplo, entre cerca de -7- e -8 Q graus. Essa etapa de resfriamento prévio dos recipientes 2 sem as embalagens de bebida pode ser vantajosa, pois evita-se que a bebida seja submetida a temperaturas tão baixas e venha a congelar, o que prejudicaria seu consumo.

Após as embalagens de bebidas 3 serem acomodadas dentro dos recipientes 2, esses últimos são acomodados dentro do refrigerador 1 , o qual é programado para resfriar a bebida até a sua temperatura de consumo ideal. As bebidas envasadas 3 são, então, resfriadas dentro do refrigerador 1 juntamente com os respectivos recipientes 2 para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas. Caso a bebida utilizada seja cerveja, normalmente, a temperatura ideal que ela deve alcançar dentro do refrigerador é entre - 2° e - 3,7°. Para isso, o refrigerad or 1 de acordo com a invenção deve refrigerar o seu ambiente refrigerado termicamente isolado a uma temperatura entre - 5° e - 6,2°. Normalmente, essa etapa de refrigeração dura cerca de 4 a 6 horas.

Após a etapa de resfriamento, os recipientes 2 para o acondicionamento e a conservação da temperatura de bebidas envasadas são retirados de dentro do refrigerador 1 juntamente com as bebidas envasadas 3 acomodadas no seu interior. Essa etapa de retirada é realizada em função da demanda de consumo de bebida no estabelecimento comercial onde o método é realizado. Caso os recipientes 2 sejam providos de alça 13, o garçom ou a pessoa encarregada de servir a bebida irá retirar os recipientes 2 do refrigerador puxando-os pelas respectivas alças 13, sem precisar realizar contato físico com a embalagem de bebida 3.

Os recipientes são, então, carregados com as bebidas envasadas dentro deles até os móveis de apoio 4, 5, 6, 7 onde as bebidas serão disponibilizadas para consumo. Os recipientes 2 são, em seguida, encaixados na cavidade de encaixe 20 dos móveis de apoio 4, 5, 6, 7 juntamente com as bebidas envasadas 3 acomodadas no seu interior. Os móveis de apoio estão dispostos em locais à temperatura ambiente, onde ocorre troca de calor com os recipientes para acondicionamento e conservação de temperatura de bebidas, e com as próprias embalagens de bebida. No entanto, caso as bebidas 3 sejam mantidas dentro dos respectivos recipientes 2, elas são conservadas a uma temperatura própria para consumo por um período maior ou igual a 1 hora e 20 minutos. Isso ocorre porque cada embalagem de bebida 3 fica disposta muito próxima das paredes internas 9 do recipiente 2 ao longo de grande parte da extensão da superfície da embalagem 3, o que reduz o contato dessa embalagem com o ar ambiente, e a consequente troca de calor. Além disso, como o recipiente 2 possui uma solução congelável eutética 10 dentro de um compartimento fechado no interior da parede dupla 8, 9, isso faz com que as paredes desse recipiente sejam mantidas a baixas temperaturas por um período de tempo mais longo, proporcionando um ambiente de baixa temperatura ao redor da embalagem de bebida, conservando-a gelada por mais tempo.

Desse modo, as bebidas ficam à disposição para consumo do cliente de estabelecimentos comerciais por mais tempo na temperatura adequada. Esse resultado é alcançado sem a necessidade de se manter as bebidas imersas em cubos de gelo, e evitando-se todos os inconvenientes relacionados apontados anteriormente, como desperdício de água, formação de poças d'água no chão, transporte, armazenamento e conservação do gelo, dificuldade de acomodação das embalagens de bebida dentro dos baldes de gelo, derramamento de bebida, entre outros.

Além disso, a eliminação do gelo no processo de resfriamento e manutenção da temperatura das bebidas também possibilita um melhor aproveitamento do espaço físico do estabelecimento comercial, tanto em termos de disposição das embalagens de bebida dentro dos refrigeradores, como na colocação à disposição das bebidas ao consumidor, assim como na dispensa do uso de outros freezers e congeladores anteriormente usados apenas para armazenamento e conservação de gelo.

A redução do consumo de gelo e, consequentemente, de água também é um importante ganho em termos de preservação ambiental.

O sistema e o método da presente invenção também permitem que a bebida seja gelada, transportada e colocada à disposição para consumo diretamen- te no recipiente de acondicionamento e conservação de temperatura, o que evita a manipulação das embalagens de bebida, reduzindo a troca de calor entre a mão do usuário e as embalagens e o consequente aquecimento da bebida. Dessa forma, o gasto de energia para gelar as bebidas e mantê-las geladas é otimizado.

Finalmente, o sistema e o método da presente invenção também trazem vantagens para a saúde e bem-estar dos funcionários dos estabelecimentos de venda de bebidas, uma vez que o peso do recipiente para acondicionamento e a conservação da temperatura juntamente com as embalagens de bebida no seu interior é sensivelmente menor do que o peso de um balde cheio de gelo e com as embalagens de bebida. Além disso, elimina a necessidade de manipulação de pesados sacos de gelo dentro do estabelecimento comercial.

Tendo sido descrito um exemplo de concretização preferido, deve ser entendido que o escopo da presente invenção abrange outras possíveis variações, sendo limitado tão somente pelo teor das reivindicações apensas, aí incluídos os possíveis equivalentes.