Login| Sign Up| Help| Contact|

Patent Searching and Data


Title:
INDEPENDENT SELF-STEERING AXLE FOR A SEMI-TRAILER WITH PNEUMATIC ELEVATOR
Document Type and Number:
WIPO Patent Application WO/2014/172763
Kind Code:
A1
Abstract:
Independent self-steering axle for a semi-trailer with pneumatic elevator, especially for an independently actuated self-steering axle (1) capable of being fitted on semi-trailers (SR) without it being necessary to change the original configuration thereof, which has a simple construction, notably for the use of only one wheel at each end of the axle, which, together with the distance from the chassis, increases the ability of the semi-trailer to follow a curve, preventing the wheels from dragging over the ground and thereby ensuring longer tyre life, and this makes the semi-trailer more flexible and enhances fuel economy, said axle comprising a beam axle (2), with stub axles at the end, compression springs (3), horizontal (5) and lateral dampers (4), pneumatic brakes (6), pneumatic suspension (7), springs (8) for the central support (9), airbags (10) and pneumatic elevator (11).

Inventors:
FANTI LUIS CARLOS (BR)
Application Number:
PCT/BR2014/000110
Publication Date:
October 30, 2014
Filing Date:
April 04, 2014
Export Citation:
Click for automatic bibliography generation   Help
Assignee:
FANTI LUIS CARLOS (BR)
International Classes:
B62D13/00
Foreign References:
DE1655138A11971-10-21
US7131652B22006-11-07
GB667667A1952-03-05
Attorney, Agent or Firm:
VILAGES MARCAS E PATENTES LTDA. (BR)
Download PDF:
Claims:
REIVINDICAÇÕES

1) EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO, refere-se a um eixo autodirecional (1 ) independente, caracterizado por um eixo tipo viga (2) com mangas de eixos nas extremidades, molas de compressão (3), amortecedores (4) laterais e horizontais (5), freios pneumáticos (6), suspensão pneumática (7), molas (8) do suporte central (9), bolsas de ar (10) e elevador pneumático (1 )'.

2) EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado por o eixo tipo viga (2) ser dotado de uma roda (21) em cada ponta do eixo.

3) EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO de acordo com as reivindicações 1 e 2, caracterizado por o distanciamento da roda (21) em relação ao chassi (22) do semirreboque (SR) é o que permite o raio de curva maior.

4) EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado por possuir dois braços direcionadores (26 e 27) sendo o (26) dotado de uma barra de ferro tubular (28) com articulação nas extremidades e o braço direcionador (27) por dotado de dois amortecedores horizontais (5) com molas de compressão (3). 5) EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado por possuir elevador pneumático (11) fixado no chassi do semirreboque (SR).

Description:
EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM

ELEVADOR PNEUMÁTICO

Trata a presente solicitação de Patente de Invenção de um EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO especialmente de um eixo autodirecional de atuação independente passível de ser montado em semirreboques sem que seja necessário alterar a sua configuração original, com destaque para a utilização de apenas um pneu em cada ponta do eixo que, com a distância do chassi, aumenta o poder de curva da carreta evitando que os pneus se arrastem no solo garantindo maior economia dos pneus, torna a carreta mais ágil e favorece a economia de combustível.

CAMPO DE APLICAÇÃO

O eixo autodirecional tem como campo de aplicação a utilização em semirreboques e/ou reboques, porém não limitados a estes.

CONVENCIMENTO

O quarto eixo autodirecional existente atualmente utiliza o sistema de pneus filipados, ou seja, dois pneus em cada ponta do eixo e sua fixação é bem distante dos demais eixos, o que incorre em inúmeros inconvenientes, dos quais destacam-se:

> Maior atrito dos pneus no solo em curvas mais acentuadas;

> Degradação do pavimento e dos pneus;

> Possui um raio de curva limitado pela proximidade dos pneus com o chassi do semirreboque;

> Com o eixo avançado em relação aos demais, favorece o efeito "L" em dias de chuva devido ao balanço do semi-reboque; > Alto risco de fissura ou quebra do chassi do semirreboque devido a sobrecarga no eixo associado às curvas de níveis em estradas não pavimentadas e alguns quebra molas.

Pensando nessas dificuldades, os fabricantes mais atentos às necessidades de mercado procuram desenvolver equipamentos que proporcionam ótimo resultado, simplicidade construtiva, fácil manuseio e de baixo custo, em conformidade com o foco desse pedido de privilégio, características essas que têm ganhado espaço no mercado de consumo.

ESTADO DA TÉCNICA O atual estado da técnica antecipa alguns documentos de patentes que versam sobre a matéria em apreço como MU8900628-3 DISPOSIÇÃO CONSTRUTIVA APLICADA EM REBOQUE E SEMIRREBOQUES que refere-se a um semi-reboque dotado de um a três eixos convencionalmente dispostos no chassi, dito semirreboque que apresenta na porção média do chassi um quarto eixo distanciado dos demais eixos. O quarto eixo preferentemente é de rodagem simples elou autodirecional.

Neste caso, a patente mencionada apresenta como conceito inventivo um eixo adicional distanciado dos demais eixos do semirreboque com pneus filipados, ou seja, 4 pneus em cada ponta do eixo, porém, com o afastamento dos demais eixos fica muito a frente do centro de carga do semirreboque criando um enorme atrito de arrasto dos pneus com o solo nas curvas mais acentuadas, degradando o piso e estragando os pneus, e por ter dois pneus em cada lado descaracteriza como autodirecional, pois não consegue ter um raio de curva maior que doze graus para cada lado pela proximidade dos pneus com o chassi do semirreboque tendo que andar com o eixo adicional levantado dentro de cidades, alem dos demais inconvenientes supracitados.

NOVO PRODUTO

Ciente do estado da técnica, suas lacunas e limitantes, o inventor, após estudos e pesquisas criou a EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO em questão, que em linhas gerais, concebe um eixo autodirecional de atuação independente passível de ser montado em semirreboques sem que seja necessário alterar a sua configuração original, com destaque para a utilização de apenas um pneu em cada ponta do eixo que, com a distância do chassi, aumenta o poder de curva da carreta evitando que os pneus se arrastem no solo garantindo maior economia dos pneus, torna a carreta mais ágil e favorece a economia de combustível.

O EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO tem como objetivo oferecer maior poder de curva pelo fato de possuir dois pneus apenas, um em cada ponta do eixo, favorece o raio de curva em 45° para cada lado perfazendo um total de 90°, com isso, permite andar tranquilamente dentro da cidade com o veiculo carregado e o eixo autodirecional abaixado.

O EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO conceitualmente por ter apenas um pneu em cada extremidade do eixo proporciona um PBT menor do que o convencional, e poderá ser somado ao veículo no conjunto de seis eixos elevando o PBT em 6ton indo de 48.500kgs para 54.500kgs abaixo do máximo estabelecido pela norma que é de 57ton podendo ser tracionado por cavalo trator 6X2 ou 4X2 não necessitando de 6X4 para este conjunto.

O EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO possui como diferencial a aproximação do eixo adicional distanciando apenas 1 ,35mts do eixo mais próximo, pois neste tipo de configuração, o afastamento mínimo requerido é de 1 ,20mts, do semirreboque, o que contribui para uma melhor dirigibilidade, não se tem o problema de passar por curvas de níveis ou algum quebra molas, já que o eixo adicional está junto dos demais eixos na parte de maior reforço estrutural do semirreboque, eleva o poder de frenagem e estabilidade em curvas dando maior segurança aos usuários de vias publicas, pois tem o mesmo poder de frenagem do eixo de dez toneladas, mas utiliza apenas seis toneladas tendo o poder de frenagem maior equivalente a inércia de quatro toneladas a menos.

O EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO eleva o PBT do semirreboque dando maior capacidade de carga para o mesmo dentro das normas reguladoras. Com esse quatro eixo tem se um PBT de 54.500kgs, em comparação com um bitrem, eles trafegam com o PBT de 57ton, 2.500kilos a menos na mesma configuração, contribuindo com a versatilidade de um semirreboque em carregar cargas de alta cubagem muitas vezes indivisíveis, maior velocidade média com menor consumo de combustível, menor poluição e mais segurança ao condutor e usuários da via, com velocidade maior em subidas o que reduz a chance de colisões traseira.

VANTAGENS Em suma, o eixo autodirecional reivindicado apresenta como vantagens mais preponderantes:

> Garante maior poder de curva do semirreboque;

> Eleva o PBT dando maior poder de carga;

> Proporciona maior versatilidade e velocidade nas subidas com a redução do PBT em 2.500kgs;

> Garante a economia de combustível;

> Economia de pneus;

> Evita o desgaste do solo, devido ao pouco atrito em curvas; > Simples construtividade;

> Baixo custo de produção;

> Fácil manuseio;

> Ótima relação custo x benefício.

A seguir, explica-se a invenção com referência aos desenhos anexos, nos quais estão representados de forma ilustrativa e não limitativa:

Fig. 1 - Vista em perspectiva do eixo autodirecional independente para semirreboque com elevador pneumático;

Fig. 2 - Vista explodida do eixo autodirecional independente para semirreboque com elevador pneumático;

Fig. 3 - Vista em perspectiva do eixo autodirecional independente para semirreboque, mostrando instalado no chassi de um semirreboque;

Fig. 4 - Vista lateral do semirreboque com o eixo autodirecional independente para semirreboque com elevador pneumático instalado;

Fig. 5 - Vista em perspectiva do eixo autodirecional independente para semirreboque com elevador pneumático, mostrando o eixo em situação de curva; Fig. 6 - Vista lateral de um semirreboque com o eixo convencional. DESCRIÇÃO DETALHADA

O EIXO AUTODIRECIONAL INDEPENDENTE PARA SEMIRREBOQUE COM ELEVADOR PNEUMÁTICO, objeto desta solicitação de Patente de Invenção, refere-se a um eixo autodirecional (1 ) independente, de fácil instalação e simples construtividade, compreendido por um eixo tipo viga (2) com mangas de eixos na extremidade, molas de compressão (3), amortecedores (4) laterais e horizontais (5), freios pneumáticos (6), suspensão pneumática (7), molas (8) do suporte central (9), bolsas de ar (10) e elevador pneumático (1 1).

Mais especificamente, o eixo autodirecional (1) é independente em relação aos demais eixos do semirreboque (SR), é fixado por meio de solda ou qualquer outro meio existente ao chassi (C) pela face superior do suporte central (9), suporte este dotado de um corpo (12) substancialmente retangular que recebe em suas laterais (13 e 14) a fixação do eixo autodirecional (1) por meio do sustentador (15) por parafusos (16), sendo seis de cada lado.

Dito sustentador (15) em sua parte superior possui os parafusos (16) de fixação junto ao suporte central (9) que permite a fácil instalação e remoção de todo o conjunto do eixo autodirecional para eventuais manutenções, e na parte inferior deste sustentador (15) compreende um caixa aberta (17) com parafuso central (18) para fixação e apoio das molas (8).

As molas (8) por sua vez, possui um grampo em "U" (32) com parafuso (33) e na outra extremidade, oposta a caixa aberta (17), possui as bolsas de ar (10) com objetivo de dar suporte a suspensão e absolver os impactos, as molas (8) são fixadas junto ao eixo de tipo viga (2) por meio de grampos (19) duplos com porcas (20). O eixo tipo viga (2) com mangas de eixos nas extremidades dotada de apenas uma roda (21) em cada ponta do eixo e o distanciamento da roda (21) em relação ao chassi (22) do semirreboque é o que permite o raio de curva de 45° para cada lado favorecendo desse modo a curva com menos desgaste dos pneus.

Cada roda (21) é dotada de freio pneumático (6) com reservatório (R) de ar próprio e específico para o eixo autodirecional (1), dando toda a efetividade para os freios (6) e suspensão (7).

Ainda no eixo tipo viga (2), possui um pino (23) justaposto à mola (8) que recepciona um amortecedor (4) lateral fixado ao chassi (C) pelo suporte (24) e parafuso (25) mantendo o amortecedor (4) em posição levemente inclinada favorecendo a suspensão do eixo direcional (1 ).

Paralelo ao eixo tipo viga (2), há dois braços direcionadores (26 e 27) sendo o (26) dotado de uma barra de ferro tubular (28) com articulação nas extremidades e fixada na ponta do eixo tipo viga (2), igualmente e justaposta o braço direcionador (27) por sua vez é dotado de dois amortecedores horizontais (5) dotados de duas molas de compressão (3) introduzidas nos braços de cada ponta do amortecedor (5) e estes fixados no suporte (29) e este fixado na base (30) inferior das bolsas de ar (10) e ponta da mola (8), esses braços direcionadores tem como principal função manter sempre alinhadas as rodas (21) no caso de elevação do eixo autodirecional (1).

Por fim, dito eixo direcional (1) é dotado de elevador pneumático (11) fixado no chassi do semirreboque (SR) por meio de solda ou qualquer outro tipo de fixação, cuja posição é superior e alinhado ao eixo tipo viga (2) que por meio de grandes grampos (31) abraçam o eixo tipo viga (2) e quando acionado, promove a elevação de todo o conjunto do eixo direcional (1) sendo necessário para pequenas manobras e quando o semirreboque estiver sem carga, ocasião que, quando carregado fica na posição abaixada, porém se necessário aplicar a marcha ré, a elevação se torna necessária para evitar o sentido oposto da manobra, pelo fato de ser autodirecional.

Portanto, o presente pedido de patente de invenção se reveste de novidade e atividade inventiva graças ao eixo autodirecional independente ser de fácil instalação e simples construtividade garantindo maior poder de curva do semirreboque, elevando o PBT dando maior poder de carga e proporcionando maior versatilidade e velocidade nas subidas com economias inclusive de combustível, que somado a aplicação industrial o faz merecedor do privilégio de patente.